Estado Islâmico ameaça Brasil no Twitter: "vocês serão os próximos"

Por Redação | 14 de Abril de 2016 às 19h49

Em novembro do ano passado o mundo parou diante do brutal massacre de Paris realizado pelo grupo terrorista autointitulado Estado Islâmico. Terroristas da organização que hoje ocupa parte da Síria invadiram a casa de shows Bataclan na capital da França, matando 90 das 130 vítimas do atentado contra a liberdade de expressão e a cultura ocidental.

O que muitos não sabiam é que logo após os ataques, uma conta do Twitter ligada ao grupo realizou uma ameaça direta ao Brasil: no tweet, um dos integrantes – que inclusive aparece em vídeos do ISIS – diz de forma clara que o Brasil é o próximo alvo dos ataques promovidos pelo grupo.

Ataques do ISIS

Na imagem vemos o tweet (originalmente em francês) seguido da foto do terrorista acusado de publicar as mensagens

"Brasil, vocês são o nosso próximo alvo", isso é o que diz post feito poucos dias depois da barbárie realizada na Europa no ano passado. Apesar do tweet datar em mais de cinco meses atrás, a confirmação da Abin só aconteceu ontem (13), quando a agência conseguiu verificar a veracidade da mensagem e do perfil utilizado. A declaração final foi feita por ninguém menos que Luiz Alberto Sallaberry, o diretor do Departamento de Contraterrorismo do órgão.

Ainda de acordo com Sallaberry, o Brasil tem crescido nas chances de ser um próximo alvo principalmente por causa do aumento de brasileiros que compõem o grupo terrorista. Os chamados "lobos-solitários", pessoas que aparentemente não têm ligação formal com a organização e decidem se inspirar nos ataques feitos por ela, são a principal preocupação para eventos como os Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados aqui no Rio de Janeiro. O diretor também tem feito diversas palestras que, por sua vez, têm como objetivo explicar as estratégias do ISIS para recrutar jovens pelo mundo todo, incluindo no Brasil.

A Abin também revelou que o terrorista dono do perfil utilizado para realizar a ameaça é de naturalidade francesa e se chama, oficialmente, Maxime Hauchard. Para evitar que tragédias como as vistas no ano passado ocorram por aqui, o órgão também vem realizando trabalhos em conjunto das agências de países que já foram ou temem sofrer ataques. Conhecido pelo apelido de "o carrasco", Maxime é suspeito de ser um dos terroristas que costumam aparecer nos vídeos do ISIS, onde soldados sírios e outros considerados "traidores" são mortos de forma desumana.

Os portais que noticiaram a mensagem logo após ela ser publicada revelaram também que a conta havia sido criada pouco antes dos ataques à França. Atualmente, o perfil está desativado.

Via: G1

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.