Donald Trump eleva status do Comando Cibernético dos Estados Unidos

Por Redação | 18 de Agosto de 2017 às 17h15

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, decidiu nesta sexta (18) elevar o status do Comando Cibernético do país à mesma categoria das divisões do Pentágono dedicadas ao combate a ciberataques.

Em comunicado oficial, Trump anunciou que "ordenei que o Comando Cibernético dos EUA seja elevado ao status de um Comando Combatente Unificado focado em operações no ciberespaço. Este novo Comando Combatente Unificado fortalecerá nossas operações no ciberespaço e criará novas oportunidades para melhorar a defesa do país". Com a decisão, a divisão do Pentágono encarregada de assegurar o ambiente digital passa a ter a mesma capacidade do Comando Central, encarregado de coordenar a batalha contra o Estado Islâmico.

Criado em 2009, o Comando Cibernético agora terá mais autonomia para agir por conta própria quando detectarem ameaças virtuais, talvez representando um primeiro passo de sua separação da Agência de Segurança Nacional (NSA), que, atualmente, detém o comando de medidas contra ciberataques.

O presidente também afirmou que haverá, agora, um só comandante encarregado especificamente pelo órgão, “com autonomia equivalente à importância dessa operação”, mas ainda não indicou quem será nomeado para o cargo. Sob o comando da NSA, o Comando atualmente é dirigido pelo almirante Mike Rogers.

Fonte: EFE