Cuidado: links em vídeos de Fortnite no YouTube contêm arquivos maliciosos

Por Patrícia Gnipper | 10 de Outubro de 2018 às 16h32
Epic Games

De acordo com estudo da Malwarebytes, uma imensidão de vídeos no YouTube sobre Fortnite traz links em suas descrições que contêm arquivos maliciosos embutidos. E os internautas caem no golpe, pois os vídeos prometem coisas como vantagens no jogo, ou o próprio link de download do game fora das lojas oficiais de aplicativos.

Quem assina o relatório é Christopher Boyd, principal analista de inteligência de malware da Malwarebytes. Ele e sua equipe investigaram uma série de vídeos de Fortnite considerados suspeitos, com muitos deles acumulando milhares de visualizações. Entre as ofertas falsas, os vídeos prometem versões grátis de Fortnite para Android, V-Bucks gratuitos e itens adicionais do game.

Em contato com o Polygon, um representante do YouTube disse o seguinte: "Detectamos e removemos milhões de vídeos de spam com sistemas de algoritmos de aprendizado de máquina do YouTube e nossas equipes continuam treinando esses sistemas para se adaptarem a novos tipos de abuso, permitindo-nos abordar esse conteúdo em larga escala. Usamos equipes de revisores de conteúdo altamente treinados para determinar se os vídeos violam nossas diretrizes. Temos o compromisso de remover o spam rapidamente, em muitos casos, impedindo que ele seja visto pelos usuários, além de garantir que não prejudicamos criadores legítimos".

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ainda assim, Boyd relata que muitos dos vídeos encontrados incluem "malwares de roubo de dados disfarçados", com esses anúncios infectados direcionando as pessoas para "um portal bastante bonito que afirma oferecer as ferramentas desejadas, com uma chance alta de convencer os jovens de sua legitimidade".

Um dos arquivos maliciosos encontrados foi o Trojan.Malpack, que é um ladrão de dados. "Depois que o arquivo .exe é executado no sistema de destino, ele executa uma enumeração básica em detalhes específicos do computador infectado", explicou Boyd. Esse tipo de malware não é exatamente novo, mas, dada a imensa popularidade de Fortnite, sua disseminação é preocupante.

Fonte: Polygon, Malwarebytes

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.