Cresce em 71% o número de ataques DDoS no mundo, indica pesquisa

Por Redação | 20 de Novembro de 2016 às 12h00
photo_camera scyther5

Os ‘Ataques Distribuídos de Negação de Serviço’, conhecidos como DDoS, têm sido a ferramenta mais usada para derrubar sites e serviços na internet. Em poucos minutos, agressores utilizam uma grande rede de PCs remotos, chamados de botnets para sobrecarregar a conexão ou o processador de um outro sistema causando uma negação de serviço para o tráfego legítimo que está recebendo.

Se há alguns anos estes ataques eram poucos e de menor frequência, agora eles têm crescido significativamente. Nos últimos doze meses, por exemplo, a utilização destes ataques cresceu 71%, segundo novo relatório da Akamai.

De acordo com a empresa norte-americana, casos recentes mostram que é cada vez mais simples criar ataques do tipo DDoS e que os equipamentos de Internet das Coisas (IoT) são potenciais alvos para tal. A utilização de dispositivos ligados à internet, e que não têm os padrões mínimos de segurança, reforçam estes ataques e potenciam o seu grau de impacto.

O relatório da Akamai também revela que as principais fontes destes ataques distribuídos são agora 3 países. A China lidera a lista por ser alvo de 30% dos ataques em todo o mundo, seguida pelos Estados Unidos e o Reino Unido, com 22% e 16% dos ataques DDoS, respectivamente. Já a Alemanha ocupa a última posição, com apenas 3% de incidência.

Fonte: pplware

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.