Crackers roubam dados de mais de 130 mil marinheiros norte-americanos

Por Redação | 24 de Novembro de 2016 às 10h50

Militares da Marinha dos Estados Unidos tiveram seus dados roubados por crackers. A informação foi confirmada pela organização do país nesta quarta-feira (23).

Ao todo, 134.386 militares tiveram seus dados subtraídos dos servidores da Marinha. Ainda não há informações concretas de como o ataque foi orquestrado, mas acredita-se que tudo aconteceu a partir de um notebook usado por uma empresa terceirizada que tomava conta da infraestrutura dos computadores da US Navy.

A firma responsável pelo contrato, inclusive, chegou a informar aos oficias sobre um computador que foi hackeado há cerca de um mês. Em comunicado oficial, o vice-almirante Robert Burke, chefe de pessoal da Marinha, informou que as investigações ainda estão em "estágios iniciais", o que pode indicar que foi dada pouca importância aos relatos de invasão naquela época.

Em todo caso, os cibercriminosos levaram consigo nomes e números do Seguro Social, considerado o documento mais importante de todo trabalhador norte-americano. Ainda não se sabe se os dados foram ou estão sendo utilizados de maneira escusa, mas a Marinha garante que está seguindo o protocolo e todos os procedimentos para proteger os afetados pelo ataque.

Via Fortune, The Next Web

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.