Brasil é o segundo país com maior número de fraudes em cartões

Por Redação | 01 de Setembro de 2016 às 08h26
photo_camera FIPCEQ

Uma pesquisa global realizada pela ACI, empresa de soluções de pagamentos e serviços bancários eletrônicos, aponta o Brasil como o segundo colocado entre os países com mais fraudes em cartões de débito, crédito e pré-pagos. O país, que fica apenas atrás do México nesse quesito, também é o que apresenta o comportamento mais arriscado no uso dos cartões entre os países americanos. O estudo Global Consumer Card Fraud 2016, intitulado "De onde vêm as fraudes com cartões", foi feito em 20 países, quatro deles nas Américas - Canadá, Estados Unidos, México e Brasil.

Mais de um quarto dos consumidores brasileiros (27%) deixam seus smartphones desbloqueados quando não estão usando e 23% jogam documentos e cartas com informações pessoais no lixo. Além disso, 22% acessam o internet banking sem softwares de proteção ou a partir de computadores públicos. Cerca de 15% carregam consigo suas senhas anotadas em papel e 11% fornecem informações pessoais em e-mails e telefonemas que buscam dados bancários.

Cartão de crédito

Para o diretor geral da ACI no Brasil, Hugo Costa, além de evitar as ações apresentadas na pesquisa, há diversos outros cuidados que as pessoas podem tomar para evitar golpes. "Procure usar sempre cartões com chip, pois eles são mais seguros, e nunca perca seu cartão de vista quando for a restaurantes ou postos de combustível, por exemplo. Além disso, ao usar caixas eletrônicos, fique atento: sempre cubra o teclado ao digitar senhas e não utilize o equipamento se houver cabos e fios aparentes", explica o diretor.

De acordo com a pesquisa, as atitudes arriscadas têm relação direta com fraudes e o risco tem crescido cada vez mais devido ao aumento global do uso de smartphones e tablets. Globalmente, 54% dos consumidores apresentaram ao menos um comportamento arriscado nos últimos cinco anos. Entre essas pessoas, 58% já sofreram alguma fraude. Para os mais cuidadosos, esse número cai para 36%.

Nos últimos cinco anos, 49% dos brasileiros afirmaram ter sofrido algum tipo de fraude com cartões. O número coloca o Brasil na segunda posição do ranking de países com maior índice de fraudes. Em 2014, quando o último estudo foi realizado, o país estava na oitava posição.

Para chegar a esses números, o levantamento contou com mais de 6 mil consumidores entrevistados no Brasil, Canadá, México, Estados Unidos, França, Alemanha, Itália, Holanda, Suécia, Reino Unido, África do Sul, Emirados Árabes Unidos, Índia, Indonésia, Singapura, Austrália e Nova Zelândia.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.