Brasil é campeão em propagação de trojans bancários

Por Redação | 08 de Janeiro de 2016 às 18h50

A empresa eslovaca de segurança digital, ESET, realizou um levantamento global em 2015 para verificar quais são os países que mais propagam os principais trojans bancários. O Brasil apresentou o maior nível mundial de disseminação desse tipo de malware. No período de janeiro a novembro do ano passado, o país respondeu por 82% de todas as detecções globais do TrojanDowloader.Banload, 72% do Spy.Bancos, 52% do Spy.Banker.

De acordo com Camillo Di Jorge, country manager da empresa no Brasil, "o que chama a atenção é não só o grande volume de detecção de ataques bancários – que hoje são a principal ameaça virtual no país –, mas o comportamento particular desse tipo de ciberameaça no Brasil". O executivo ainda alerta para o TojanDownloader.Banload, que utiliza arquivos maliciosos com extensão CPL, encontrados apenas no mercado brasileiro.

Os números levantados pela ESET mostram que a penetração do TrojanDownloader.Banload e do Spy.Banker no país apresentam uma taxa de crescimento considerável, enquanto o Spy.Bancos está em desaceleração, de 85% das detecções em janeiro para 50% em novembro. O trojan Spy.Bancos é projetado para furtar dados bancários de instituições financeiras. Para que possa enganar os usuários, tal código utiliza páginas falsas de bancos. O malware monitora as ações da vítima na página falsa, aguardando que ele entre com seus dados bancários. Junto ao código de verificação inserido pelo usuário, o malware captura todas as informações necessárias para possíveis fraudes futuras.

Já o TrojanDownloader.Banload se concentra em invadir soluções de segurança e realizar o download de outros códigos maliciosos para roubo de dados bancários. Essa ameaça finge ser um documento do Office e sua propagação acontece, especialmente, por e-mails. No caso do Spy.Banker, ele age injetando um código infectado em determinados sites. Quando o usuário acessa a página, a mesma informação é enviada para um endereço de e-mail com os dados do usuário.

Apesar de liderar as ameaças bancárias em computadores, o Brasil está longe de ser um dos primeiros em ameaças para Android. O país fica fora da lista dos 50 mercados mais afetados por esse tipo de trojan.

Via ComputerWorld

Fonte: http://computerworld.com.br/e-campeao-brasil-lidera-indice-de-propagacao-global-de-trojans-bancarios

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.