Ataque a empresa de crédito pode expor informações de 143 milhões de americanos

Por Redação | 11 de Setembro de 2017 às 12h55

A Equifax, uma das principais empresas de análise de crédito dos Estados Unidos, confirmou ter sido alvo de um ataque hacker que pode expor as informações de mais de 143 milhões de clientes de redes varejistas e financeiras dos Estados Unidos. A invasão teria ocorrido entre os meses de maio e julho deste ano, com os criminosos obtendo acesso aos sistemas internos da empresa.

De acordo com a companhia, os hackers tiveram acesso aos sistemas internos da Equifax e puderam manipular informações como nomes completos, endereços, datas de nascimento e números de seguro social e documentos de habilitação. Não se sabe ao certo a quantidade de dados que foram coletados e não existem indícios de que o fruto do roubo foi disponibilizado na internet, mas a perspectiva é que isso possa acontecer a qualquer momento, com a venda dos pacotes ou liberação completa.

Por outro lado, já existem indícios de que pelo menos 209 mil informações de cartões de crédito, que estavam registradas junto à Equifax, já vazaram na internet. A consequência mais direta de tais ações é a realização de fraudes, seja para realização de compras online por terceiros ou na clonagem de plásticos para obtenção de ganhos financeiros. Outro temor é o da obtenção de crédito em nome de terceiros, com golpistas se passando pelas vítimas para retirar dinheiro em nome delas.

Segundo os dados da Sophos, empresa especializada em segurança da informação, os hackers estariam de posse dos dados dos cidadãos americanos há pelo menos seis semanas, o que indica que uma campanha de golpes já pode ter começado. Por isso, todo cuidado é pouco para todos aqueles que já trabalharam em algum momento com a Equifax, uma vez que a perspectiva é de aceso ilimitado a toda a base de clientes da financeira, que é uma das três maiores de seu ramo nos EUA.

Para se proteger, a indicação é suspeitar de ligações recebidas, mensagens enviadas por meio de sistemas online e todo tipo de comunicação que seja feita neste momento crítico. Além disso, a Sophos pede atenção aos registros bancários, em busca de compras não reconhecidas, e sugere um congelamento completo do crédito aplicado às contas, um pedido que pode ser feito diretamente ao banco.

Além disso, valem as recomendações de sempre. Nunca utilize a mesma senha em mais de um serviço, principalmente se a coincidência envolver serviços bancários. Além disso, sempre troque as senhas de serviços atingidos por hackers, mesmo que sua conta não seja parte de lotes vazados ou obtidos por criminosos. Prevenir é sempre melhor do que remediar.

Fonte: Sophos

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.