Versão 4.2 do Android é capaz de identificar e bloquear aplicativos com malwares

Por Redação | 20.11.2012 às 14:25

Os usuários Android acabam de receber uma boa notícia. O Google afirmou nesta semana que a versão 4.2 (Jelly Bean) do Android possui recursos de identificação e bloqueio de aplicativos com malwares, evitando assim que seus usuários tenham o sistema facilmente infectado por vírus.

"Agora, os dispositivos com Android 4.2 e Google Play instalados têm a opção de usar o Google como um verificador de aplicativos. Iremos verificar aplicações potencialmente prejudiciais, não importa a partir de onde elas foram instaladas", afirmou em postagem no Google+ Michael Morrissey, membro da equipe de segurança do Android.

Segundo informações do Student News, o novo sistema é capaz de escanear e verificar a autenticidade de aplicativos de fontes desconhecidas, ou seja, desde aplicativos baixados pelo próprio usuário até os disponíveis em lojas de terceiros.

Escâner de aplicativos Android 4.2

Reprodução: Student News

Uma vez que o usuário optar pelo novo sistema, todos os aplicativos que forem instalados serão escaneados a procura de sinais de presença de malwares. Outra característica interessante é que, ao contrário dos antivírus, o sistema também funciona na nuvem.

O sistema capta o código do aplicativo que está sendo instalado e envia para uma central de verificação. Todo o processo leva apenas alguns segundos e não afeta o tempo total de download da aplicação. Caso encontre algum malware, o sistema irá alertar o usuário sobre o risco de continuar com a instalação e, somente em algumas situações, irá impedir a instalação do aplicativo suspeito.

Além disso, o recurso presente na nova versão do Android também identifica os aplicativos que estão tentando enviar mensagens de texto para servidores externos, algo que pode custar caro para o bolso do usuário. Se for identificado o aplicativo-vilão, o Google alerta o usuário.