Roubo de ciberidentidade apresentou número recorde em 2012

Por Redação | 02 de Abril de 2013 às 08h15

A Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou que em 2012 a quantidade de casos de roubo de dados na internet aumentou 5% em relação ao ano anterior, chegando ao número recorde de 2.884 registros. A ONU alega que isso se deve ao aumento do uso da web.

Quem registrou esses casos de roubo de ciberidentidade foi a Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI). A Organização alerta que as áreas que registraram mais casos de roubo de identidade virtual foram as de vendas varejistas, de moda, de bancos e finanças.

Os Estados Unidos estão no topo da lista de países que mais sofrem com esse tipo de crime, que consiste basicamente em registrar, negociar ou utilizar um nome de domínio na internet que pertença a outra pessoa ou organização a fim de tirar proveito de sua marca.

O relatório da OMPI que levanta casos de roubo de ciberidentidade é feito desde 2000 e, em 2012, os países que mais se destacaram pela quantidade de casos, além dos EUA, foram a China, Reino Unido, França, Alemanha, Dinamarca e Suíça.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!