Fique de olho: quase metade dos aplicativos Android possuem adwares

Por Redação | 14.01.2013 às 19:58

A era dos pop-ups de publicidade está próxima de retornar e, desta vez, na tela de nossos smartphones e tablets, avaliam empresas de segurança na rede. De acordo com um levantamento de uma grande empresa de segurança, cerca de metade dos aplicativos existentes para a plataforma Android contém algum tipo de madware - nome dado aos adwares para plataformas móveis. Nos últimos nove meses de 2012, o aumento foi de 210%.

Em entrevista ao site Business Insider, o vice-presidente da agência de monitoramento de tráfego IID afirmou que o problema está ficando sério, uma vez que cada vez mais empresas buscam maneiras de gerar renda dentro de seus aplicativos através de madwares.

Como não há regulamentação sobre o uso destes dispositivos intrusivos, a prática e o número de dispositivos infectados devem bater novos recordes em 2012.

Os madwares costumam entrar em ação assim que o usuário instala um aplicativo gratuito, criando marcações no seu calendário, álbum de fotos e ringtones.

Há, por exemplo, madware capazes de reproduzir um comercial em áudio assim que o usuário liga para um telefone, forçando-o a ouvir todo o conteúdo antes de realizar a ligação. Outro tipo de madware se camufla e atua como se fosse uma notificação genuína, quase impossível de ser diferenciada.

Até o momento, empresas de segurança recomendam que usuários fiquem atentos e tomem cuidado com aplicativos de origem suspeita. Também é importante prestar atenção nas permissões pedidas pelo aplicativo, como localização e acesso aos contatos do usuário, para evitar também a coleta de informações.