Pesquisa: quase 1/4 dos computadores está desprotegido contra vírus e malwares

Por Redação | 21 de Abril de 2013 às 15h34
photo_camera Seu Micro Seguro

Se você costuma navegar pela web sem um antivírus, fique ligado. O mais recente 'Relatório de Inteligência de Segurança da Microsoft' alertou que os computadores sem software de proteção estão 5,5 vezes mais propensos a serem infectados.

Atualmente, as pessoas estão gastando mais tempo online do que nunca, e os cibercriminosos estão ficando cada vez mais espertos para encontrar maneiras de criar scams que chamem sua atenção e roubem seus dados. Em uma média global, cerca de 24% dos PCs estão desprotegidos sem nenhum software antivírus e, portanto, vulneráveis a esse e outros tipos de ataques cibernéticos.

Existem diversas opções de antivírus gratuitos disponíveis na internet, então não existe uma desculpa aceitável para não configurar algum tipo de segurança em seu computador. Ressaltamos isso, pois outra pesquisa afirma que quase 70% dos usuários preferem não pagar por proteção online.

Mas é importante ressaltar que o barato (ou grátis, neste caso) pode sair caro. Recentemente, um Trojan bancário circulou pelos e-mails dos brasileiros, e ele vinha disfarçado de antivírus gratuito do Avast, portanto é preciso ter cautela. Utilizar uma versão não atualizada de software antivírus também não afasta seu PC do perigo, afinal a máquina ficará vulnerável a novos malwares que foram lançados por aí.

De acordo com o relatório da Microsoft, o Brasil está entre os países com maior percentual de computadores desprotegidos. O Egito lidera o ranking com 40% dos internautas sem proteção, seguido pela Índia, com 30%. Rússia (29%), Estados Unidos (26%), África do Sul (24%) e Canadá (23%) também apresentam altos índices de negação ao software antivírus. O Brasil empata com a Austrália e Reino Unido na sexta posição da lista, com 21%.

Relatório de segurança da Microsoft
Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.