Polícia Federal apreende computador de jornalista para investigar cibercrime

Por Redação | 13 de Março de 2013 às 17h15

Devido a uma reportagem exibida na noite da última terça-feira (12), o jornalista Fábio Diamante, que trabalha no SBT, teve seu computador apreendido pela Polícia Federal. O dispositivo será usado pela PF para tentar desmantelar uma quadrilha de cibercriminosos.

A reportagem de Diamante denunciou um esquema de venda de senhas de acesso à rede Infoseg, o maior banco de dados de Segurança Pública do país. O Infoseg guarda dados sigilosos de milhões de brasileiros, pois integra as informações da Segurança Pública, Justiça e Fiscalização, e disponibiliza para as autoridades dados de inquéritos, processos, armas de fogo, veículos, condutores e de mandados de prisão.

O repórter do SBT mostrou como é possível comprar uma senha de acesso a esse sistema restrito por R$ 2 mil no mercado negro da tecnologia da informação. Os criminosos conseguem as senhas com autoridades corruptas do sistema judiciário ou policiais, por exemplo.

Na reportagem, o jornalista chegou a comprar uma dessas senhas de um cracker, que fez o trabalho completo ao instalar o sistema em seu computador e fornecer um login e senha de acesso. A assessoria de imprensa do SBT disse que a emissora entregou o computador visando colaborar com as investigações da Polícia Federal.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.