Phishing: Brasil está no top 5 dos países com maior número de ataques a empresas

Por Redação | 11.06.2013 às 14:35
photo_camera GVL

De acordo com o último Relatório de Fraude da RSA, divisão de segurança da EMC, nos meses de março e abril, o Brasil ficou no top 5 dos países onde as empresas sofreram maior número de ataques relacionados a phishing, ou sequestro de dados. As companhias norte-americanas foram as principais vítimas desse tipo de ataque, com um volume superior a 27%. Juntas, as empresas do Reino Unido, Austrália, Índia e Brasil representam 25% do volume de ataque.

Países com maior volume de ataques

Imagem: Reprodução / RSA

O relatório apontou ainda que durante o período, 571 marcas foram atacadas (260 marcas em março e 311 em abril). Em 2012, a RSA identificou uma média de 37 mil ataques de phishing por mês, o que custou cerca de US$ 1,5 bilhão (quase R$ 3 bilhões) para a economia global durante o período.

A pesquisa da RSA aponta uma curiosidade: os ataques de phishing têm mostrado uma tendência sazonal relacionada à declaração de impostos, pois, de acordo com seus estudos, todo mês de abril estes ataques começam a trabalhar em grandes campanhas de spam, depois de mostrar um ligeiro declínio no primeiro trimestre do ano.

Os pesquisadores descobriram que, durante essa época do ano, diversos spams aparecem nas caixas de e-mail dos usuários, incluindo anexos de malware que aparecem em formato de comunicados, tais como declarações de imposto de renda ou reembolsos reclamados.

Leia também: Dicas de segurança para pequenas e médias empresas