Pesquisa revela que é possível espalhar vírus pagando apenas alguns centavos

Por Redação | 19 de Junho de 2014 às 13h00

Você instalaria um vírus no seu computador se alguém lhe pagasse por isso? Sabendo do que se trata, a resposta provavelmente seria não. Mas uma equipe de especialistas em segurança fez uma pesquisa para descobrir que é muito fácil induzir alguém a instalar um malware em sua máquina oferecendo uma pequena quantia em dinheiro para isso.

De acordo com o estudo conduzido por quatro pesquisadores de diferentes institutos e universidade norte-americanas, entre 22% e 43% do grupo-teste (com quase mil pessoas) baixou e executou um programa desconhecido para receber pagamentos que variavam entre US$ 0,01 e US$ 1. Os pesquisadores usaram o Amazon Mechanical Turk, ferramenta na qual você realiza tarefas simples no computador para ganhar dinheiro.

As pessoas não sabiam o que o programa realmente fazia, mas mesmo assim o executaram. À medida que a quantidade oferecida para executar o programa foi ampliada, de US $ 0,01 a $ 10 ao longo de cinco semanas, a porcentagem de usuários que executou o programa cresceu de forma constante até alcançar os 43% – mesmo com o software antivírus alertando que se tratava de uma "ameaça".

Após "testar" o programa, os usuários eram convidados a responder um questionário. E o que chama a atenção é que 70% dos entrevistados afirmaram ter consciência dos perigos de se executar softwares de origem suspeita em suas máquinas. Nicolas Christin, um dos autores do estudo, percebeu que apenas 17 das 965 pessoas rodaram o programa em uma máquina virtual para evitar os riscos.

O documento conclui que “usuários geralmente não se opõem a rodar programas de proveniência desconhecida, desde que os incentivos excedam sua inconveniência”. Ou seja, em vez de pagar por botnets caros e fazer ofertas absurdas ou milagrosas por e-mail, hackers poderiam simplesmente pagar alguns centavos para ter acesso a sistemas de usuários.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.