No Sul, crime é planejado com base em informações publicadas no Facebook

Por Redação | 06 de Junho de 2014 às 10h07
photo_camera gualtiero boffi

Foto:gualtiero boffi/Shutterstock

Não é novidade para ninguém que a exposição na internet, principalmente nas redes sociais, pode colocar em risco a vida ou integridade moral das pessoas. Ainda assim, muitos internautas desinformados não tomam cuidados básicos para se protegerem na rede mundial de computadores. Usuários do Facebook, por exemplo, não protegem seu perfil utilizando as configurações de segurança adequadas, adicionam como amigos pessoas que não conhecem, deixam as fotos com visualização pública e dão check-in em todos os lugares sem se preocuparem com todas as pessoas que terão acesso àquele tipo de informação.

A falta de cuidado com as informações que são disponibilizadas no mundo virtual pode facilitar a ação de bandidos que usam esses dados para ter acesso a vida de qualquer pessoa. O caso mais recente visto na mídia aconteceu na semana passada em Brusque, Santa Catarina, quando um sequestrador levou um menino de 9 anos e o manteve em cativeiro até esta terça-feira (03). As informações são do G1.

O bandido disse que planejou o crime usando apenas informações que a família do garoto vinha postando publicamente no Facebook: "No Facebook mostra tudo. Foi coisa de (planejada em) 10 dias, no máximo. Se vocês puxarem lá vão ver como mostra tudo da vida pessoal. Mostra até dentro da casa deles", disse Peterson da Silva Machado, o sequestrador, em depoimento à polícia. Ele afirmou ainda que descobriu a escola onde o menino estuda e a empresa onde o pai dele trabalha através da rede social.

Pensando nisso, cada vez mais surgem ferramentas sociais que ajudam as famílias a protegerem suas informações e dados de localização. Uma destas ferramentas é o diário digital Daily Baby. Disponível tanto na web quanto em dispositivos móveis, o diário permite que os pais registrem e façam o acompanhamento da vida dos filhos, compartilhando fotos, vídeos e qualquer outro tipo de informação sobre a criança apenas com parentes e pessoas autorizadas.

O Canaltech já publicou uma série de dicas e configurações simples que podem ser aplicadas para proteger seus dados no Facebook. Confira as dicas neste link, configure o seu perfil e navegue com segurança.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.