Investimento em segurança da informação subiu 51% em 2013

Por Redação | 13 de Dezembro de 2013 às 15h33

Um estudo divulgado pela consultoria PriceWaterhouse revelou que os investimentos em segurança da informação nas empresas subiram 51% em 2013. O total, porém, ainda está longe de ser motivo de comemorações, uma vez que representa apenas 3,8% de tudo o que foi gasto com TI ao longo do ano que está chegando ao fim.

No Brasil, a situação é ainda mais preocupante. Das 700 empresas nacionais ouvidas pelo estudo, 55,3% afirmaram ter gastado menos de US$ 1 milhão em 2013. O gasto médio, quando se leva em conta todas as 9,6 mil companhias ouvidas ao redor do mundo, ficou na casa dos US$ 4,3 milhões.

O total de ataques também aumentou esse crescimento no investimento. Apenas em nosso país foram registradas 4,6 mil ameaças, um crescimento de 138% em relação ao que foi registrado pela consultoria em 2012. No cenário internacional, houve crescimento de 25,1% e cada empresa foi vítima mais de três mil vezes ao longo do ano.

Entre os principais alvos estão a indústria farmacêutica, com 20%, e a de serviços financeiros, representando 9% e empatadas com as companhias de tecnologia. Funcionários e ex-funcionários estão entre os maiores autores e, segundo a consultoria, cada ataque teve custo médio de US$ 531, resultando em perdas que ultrapassaram os US$ 10 milhões em 2013.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.