Integração com dispositivos móveis deve gerar aumento de 50% nos gastos com TI

Por Redação | 07 de Agosto de 2014 às 10h10

Uma pesquisa realizada pela Oracle em parceria com a CIO Strategic Marketing Services e a Triangle Publishing revelou informações que são, ao mesmo tempo, uma oportunidade de negócios e um fator de desafio para as empresas. De acordo com o estudo, cujos resultados foram enviados à imprensa, a integração dos sistemas das companhias com as tecnologias móveis e dispositivos como celulares e tablets deve gerar um aumento de 50% nos gastos com TI para os próximos dois anos.

Para os executivos entrevistados, a segurança das informações internas e dos dados dos clientes é o principal fator de preocupação. Eles sabem que não dá para deixar a segurança disso tudo na mão de cada um dos usuários, mas na mesma medida, enxergam como inevitável a transição para um modelo BYOD, no qual os próprios funcionários trabalham a partir de dispositivos próprios, no lugar da infraestrutura que é disponibilizada pela empresa.

Por isso, muitas companhias estão optando por uma gestão centralizada de TI. Para o futuro, 18% das empresas devem investir no bloqueio de recursos e dificultação de acesso, enquanto 11% delas passarão a investir na atualização dos dispositivos dos empregados ou em sistemas de limpeza remota deles. Além disso, outras 10% passarão a adotar novas soluções de criptografia para garantir uma segurança adicional.

A movimentação do mercado também tem gerado gastos relacionados à atualização tecnológica. Segundo os dados do estudo, as empresas atuais têm gastos de US$ 175 por dispositivo. Tratam-se de atualizações de aplicativos e métodos de segurança, que também consomem 70% do tempo dos profissionais de tecnologia da informação. E a expectativa é que tais números aumentem ainda mais nos próximos dois anos.

Os sistemas de cloud computing, ainda uma novidade recente, são citados como “relativamente importantes” ou “muito importantes” por 75% dos entrevistados. Para os entrevistados, essa é uma estratégia extremamente relevante na produção de novos negócios para o futuro, bem como um novo fator de gastos e desafios tecnológicos.

A pesquisa falou com 414 executivos de TI de todo o mundo, entrevistando desde gerentes e profissionais graduados até CIOs e CTOs.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.