Hackers já se aproveitam do incêndio em Santa Maria para desenvolver ataques

Por Redação | 29.01.2013 às 16:00 - atualizado em 30.01.2013 às 16:35

Empresas de segurança começam a chamar a atenção dos internautas para a ação de hackers que estão utilizando um tema muito abordado recentemente para criar ataques maliciosos. A Bitdefender, empresa que produz software antivírus, alertou que mensagens de spam com links supostamente relacionados à tragédia de Santa Maria estão invadindo a web.

Já foram identificados mais de 10 tipos de e-mails com conteúdo malicioso circulando pela rede. As mensagens alegam possuir conteúdo exclusivo relacionado ao incêndio, como fotos ou vídeos gravados via celular no interior do local da tragédia.

Os cibercriminosos costumam se aproveitar de situações trágicas e com grande repercussão na mídia para aplicar seus golpes. O fator curiosidade é uma de suas principais iscas para atrair a atenção das pessoas. Basta se lembrar de grandes catástrofes, como a tsunami que assolou o Japão em 2011, para ligá-las a diversos e-mails maliciosos.

Mas eles não utilizam apenas os spams para fisgar vítimas, eles também se aproveitam dos motores de busca para atrair a atenção das pessoas. Por exemplo, ao buscar na web assuntos como "Imagens chocantes de Santa Maria" ou "Vídeo do Incêndio no RS" você pode ser direcionado para sites maliciosos.

A dica é: sempre apagar, sem abrir, todo e qualquer e-mail que chegue com este tipo de assunto. Além disso, é importante ter o máximo cuidado com os links que for acessar no Yahoo ou no Google quando o assunto for o incêndio e suas vítimas, uma vez que estas chaves conduzem para um verdadeiro campo minado.

O ideal é manter sempre seu antivírus em dia, e resistir à curiosidade de abrir supostos e-mails relacionados ao assunto.