Hackers invadiram a Sony através de um login de um administrador de sistemas

Por Redação | 19.12.2014 às 19:49

O mundo ficou surpreso quando a Sony anunciou que seus computadores haviam sido hackeados e, pouco tempo depois, que e-mails e filmes, ainda inéditos, tinham sido vazados. Desde então, a empresa tem enfrentado inúmeros problemas com artistas, além de estar sendo processada por não proteger dados dos funcionários. Mas como uma empresa tão grande teve suas defesas ultrapassadas e sofreu um ataque dessa magnitude?

Ao que tudo indica, os hackers conseguiram a chave de acesso através de um administrador de sistemas de alto nível do departamento de TI da empresa. Com a credencial em mãos, os criminosos conseguiram "chave de acesso a todo o prédio", ou seja, acesso aos setores da companhia.

Em investigação, o FBI culpa a Coreia do Norte pelos ataques à Sony. Um dos motivos que podem ser apontados como o precursor de tudo isso é o filme "A Entrevista", estrelado por James Franco e Seth Rogen, que conta a história de uma trama ficcional para assassinar o atual ditador norte-coreano, Kim Jong-Un.

Filme

O ataque à empresa é um lembrete que é importante de compartimentar o acesso de dados. Mesmo com os melhores recursos e políticas de procedimento de T.I. em vigor, não há a garantia de que ataques cibernéticos do tipo serão evitados. Sistemas de escuta são praticamente impossíveis de serem detectados e, apresar de senhas serem criptografadas, já existem meios de decodificá-las.