Google Calendar convida usuários para eventos sem autorização do criador

Por Redação | 24 de Janeiro de 2014 às 16h38

Um problema considerado de “menor impacto” por especialistas em segurança do Google pode acabar causando constrangimento para os usuários do Calendar. Segundo o The Verge, estão sendo relatados casos de terceiros sendo convidados para eventos e lembretes de utilizadores sem a autorização deles, após a inserção de um endereço de email na nota salva.

A notificação de inserção em um evento não é enviada pelo email, mas caso o convidado também utilize o serviço, poderá ver o evento na lista de notas para o futuro. O desenvolvedor de aplicativos Terence Eden, um dos primeiros a apontar para o problema, conta sobre o momento em que a chefe de sua esposa foi incluída em um lembrete sobre aumento de salário, que incluía o email da superiora.

O problema acontece no título dos eventos e, inclusive, está indicado na documentação do Google Calendar. Qualquer usuário de emails do Gmail pode acabar sendo adicionado a um lembrete ou nota do serviço de calendário, apesar de isso nem sempre acontecer. As preocupações, como sempre, se relacionam à privacidade e proteção das contas.

Dessa forma, por exemplo, um usuário pode acabar compartilhando por acidente seu próprio email ou perfil do Google+. Além disso, conforme cita o The Verge, spammers poderiam silenciosamente lotar o calendário de usuários com eventos criados a partir da citação de uma grande quantidade de emails.

Apesar de não dar tanta importância à questão, o Google informa já estar trabalhando para remover a função de convites automáticos. Até que uma correção seja aplicada, a empresa pede que seus usuários não escrevam endereços de email nos títulos de eventos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.