Falso antivírus "sequestra" dispositivos Android e pede resgate de quase R$ 200

Por Redação | 24.06.2013 às 21:03
photo_camera Seja Livre

A empresa de segurança Symantec descobriu a existência de um aplicativo malicioso que está infectando dispositivos Android e mantendo-os "reféns" a fim de pedir um resgate para o usuário. O nome do app é 'Android Defender Platinum'.

O tal aplicativo está longe da Google Play, mas pode ser encontrado em lojas de aplicativos de terceiros. Trata-se de um falso software antivírus que faz uma varredura no dispositivo e detecta um falso malware, e é aí que a extorsão começa: para limpar o smartphone ou tablet, é necessário pagar uma quantia determinada pelos golpistas.

Se o usuário cair no golpe e aceitar pagar o valor estipulado, o "antivírus" irá lembrá-lo periodicamente de que o malware está de volta e travará o aparelho novamente. O app ainda irá afirmar que os dados pessoais do usuário correm o risco de vazar na web caso o malware não seja retirado mediante o pagamento de US$ 100 (mais de R$ 200).

FakeAv app Android

Tela do malware conhecido como 'FakeAV' disfarçado como um aplicativo Android (Imagem: Symantec)

A Symantec alerta que este tipo de fraude, que normalmente tem como alvo computadores, começou há vários anos e agora se tornou algo comum. O golpe tem evoluído ao longo do tempo e as ameaças que utilizam o malware conhecido como 'FakeAV' estão trilhando seu caminho rumo aos dispositivos Android.

A instalação de um verdadeiro antivírus (nomes de confiança, como AVG, Norton, Kaspersky ou Avast) pode ajudar a eliminar o problema, mas o mais importante é evitar a instalação de aplicativos que não sejam da Google Play — lembrando que isso não garante total segurança.

Saiba mais:

Estudo: um em cada dez aplicativos na Google Play contém malware