Facebook, Windows e Flash são os campeões de vulnerabilidades na América Latina

Por Redação | 04 de Julho de 2013 às 11h30

Vulnerabilidades no Facebook, Windows, Flash e Google Chrome lideraram o ranking de ataques à segurança identificados em toda a América Latina durante o mês de junho. As informações foram levantadas pelo laboratório da fornecedora de soluções de segurança da informação ESET.

Durante um ano, uma falha de segurança permitiu a exposição de informações de quase seis milhões de usuários do Facebook. Quando um usuário fazia o download das informações de contato (e-mails e telefones), ele conseguia visualizar, de maneira indevida, dados referentes a contatos de amigos de amigos, contatos sugeridos pela própria rede social e até informações de pessoas que tinham solicitado amizade na rede social, mas que não tinham sido aceitas.

No caso do Windows, a ESET destaca uma falha que afeta o Windows 7 e 8 e permite o aumento dos privilégios dos usuários de maneira indevida. Trata-se de um ataque zero-day, ou seja, que explora uma vulnerabilidade até então desconhecida pelos desenvolvedores do sistema, e que se tornou pública antes de o fabricante emitir uma atualização para corrigir a falha.

Já o problema que afetou o Flash e Google Chrome permitia que o cibercriminoso controlasse remotamente o microfone e a webcam das vítimas. Posteriormente foi a vez do Linux Mandriva, cujo módulo Apache possibilitava que o atacante executasse o mesmo código de forma remota em versões anteriores à 2.2.25.

Leia também:

Cuidado: sua webcam pode estar sendo controlada por hackers

JavaScript: 52% dos sites infectados na América Latina estão no Brasil

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.