Equipe de hackers busca vulnerabilidades que podem expor carros a vírus de PCs

Por Redação | 21 de Agosto de 2012 às 14h50

Um grupo de hackers contratado pelo departamento de segurança da Intel está trabalhando na busca de vulnerabilidades eletrônicas que podem fazer com que os automóveis sejam infectados por vírus de computadores.

A unidade da McAfee, comprada recentemente pela Intel e mais conhecida por produzir programas de antivírus, é uma das principais empresas que buscam proteger pequenos componentes eletrônicos presentes nos carros de futuros ataques de vírus já conhecidos no mundo da tecnologia.

De acordo com uma matéria publicada pela Reuters, especialistas afirmam que as grandes montadoras não protegem adequadamente esses sistemas, deixando-os vulneráveis a ataques de hackers que visam roubar carros, escutar conversas ou até mesmo prejudicar os passageiros, fazendo com que os veículos falhem enquanto estão rodando.

Painel de controle carro

Os vírus podem ser usados para roubo de carros e até prejudicar os passageiros

"Você pode definitivamente matar as pessoas", afirmou John Bumgarner, chefe de tecnologia da Unidade de Consequências Cibernéticas dos Estados Unidos, organização sem fins lucrativos que ajuda as empresas a analisar o potencial de ataques em computadores ligados em rede.

Os porta-vozes da Ford afirmam que a empresa, que iniciou os testes do seu sistema de assistente de volante recentemente, criou uma tecnologia resistente, evitando ataques. "A Ford está levando a ameaça muito a sério e está investindo em soluções de segurança contruídas a partir do produto deste o início", afirmou Allan Hall.

A preocupação com o ataque de vírus aos veículos comerciais surgiu em 2010 depois de um grupo de cientistas norte-americanos revelar que os vírus podem afetar os automóveis quando eles estão em alta velocidade. Os testes foram realizados em um aeroporto desativado com carros correndo na pista de pouso e decolagem.

"Qualquer violação de segurança cibernética traz riscos", relatou Jack Pokrzyna, gerente de padrão de veículos terrestres da SAE. "O Comitê de Segurança de Veículos com Sistema Elétrico da SAE está trabalhando duro para desenvolver especificações que irão reduzir este risco na área do veículo".

Em 2011, um grupo de cientistas da computação dos Estados da Califórnia e Washington divulgou um relatório sobre a identificação de formas de worms e cavalos de Troia que podem infectar facilmente os sistemas elétricos de carros através do sistema de bordo e até CDs.

Os pesquisadores não informaram quais marcas de veículos utilizaram em seus testes, mas afirmaram que as falhas de segurança podem afetar toda a indústria. As principais montadoras norte-americanas não confirmaram se seus veículos já sofreram algum tipo de ataque com vírus.

A McAfee afirmou que entre o grupo de hackers que está trabalhando no projeto está Barnaby Jack, famoso por descobrir maneiras que os criminosos poderiam utilizar para fazer os caixas eletrônicos soltar dinheiro.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.