É preciso conhecer o fornecedor de 'Segurança' do seu e-commerce

Por Colaborador externo | 10 de Julho de 2014 às 10h40

por Maurício Balassiano*

"Não é uma Brastemp". Quem não se lembra deste slogan publicitário? Na época, a frase virou uma forma de qualificar serviços e produtos, mesmo que de outras marcas. Gerou-se um sinônimo de qualidade. Com a Certificação Digital, a tecnologia que garante a segurança do seu e-commerce, é a mesma coisa. Existe o sinônimo de qualidade do segmento.

Não é novidade que os consumidores, sim, já sabem identificar ambientes seguros. Quem compra na internet já sabe reconhecer estes sinais. As informações que nutrem este conhecimento estão por todos os lados: nas redes sociais, na imprensa e até mesmo nas grandes lojas virtuais, que estampam Selos de Segurança e isso faz com que o cliente sempre busque estes mesmos sinais em lojas menores.

É por isso que na hora de contratar a empresa que irá fornecer a segurança do seu site, ou seja, o Certificado Digital SSL, você precisa conhecer este fornecedor. Você não pesquisa antes de encomendar seus produtos o melhor custo benefício? Com a segurança do seu site o processo deve ser o mesmo. Faça uma busca na internet e veja se há notícias negativas a respeito da Autoridade Certificadora que você pensa em contratar o Certificado. Dê uma espiada nos grandes e-commerces e veja o Selo de Segurança que eles estampam em suas plataformas.

É fato. Se existe uma demanda por segurança, consequetemente, por Certificado Digital SSL, é claro que novas empresas vão surgir no mercado. Competitividade sempre é bom. Mas, às vezes, pode te levar a comprar gato por lebre. Guerra de preço, prazos fenomenais para a emissão do Certificado... Quando o assunto é segurança, o foco tem que ser no custo benefício. O preço não pode ser único fator de decisão.

Lembre-se: você está fazendo um investimento e o retorno será vendas, fidelização de cliente e a expansão do seu negócio.

O Certificado Digital SSL exige uma infraestrutura robusta e processos rigorosos. Então, não tem como ser "baratinho". Uma Autoridade Certificadora séria e ética utiliza procedimentos de segurança com inteligência lógica, humana e processual, realizados por profissionais treinados e especializados, com segregações de funções etc. Isto leva tempo e gera despesas. Sendo assim, não precisa ser especialista.

Basta ter bom senso para concluir que estas não terão o menor preço, mas, com certeza, proporcionarão o melhor custo benefício.

*Maurício Balassiano é diretor de Tecnologia da Certisign.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.