Dicas para manter as suas contas seguras na web

Por Colaborador externo | 28 de Outubro de 2014 às 10h20
photo_camera PC World

por Ola Persson*

Cada vez mais inseridas no universo tecnológico, pessoas e empresas buscam incessantemente novas ferramentas digitais para facilitar o dia a dia, a produtividade e o fluxo interno no ambiente de trabalho. Sendo assim, quando bem escolhidas, elas podem ajudar a diminuir a frustração daqueles que lidam diariamente com uma determinada atividade, como, por exemplo, aplicativos para planejar e otimizar o tempo dos colaboradores dentro da empresa.

No entanto, com tantos usuários e a diversidade de ferramentas, certos cuidados são indispensáveis para garantir a segurança das informações pessoais de cada um que trafega pelas redes dos aplicativos. Portanto, antes de armazenar todos os seus dados, certifique-se de como aquele serviço ou aplicativo lida com a privacidade e segurança.

O Snapchat, o iCloud e o Dropbox são exemplos de aplicativos que recentemente apresentaram falha na segurança e tiveram informações e imagens dos seus usuários expostas de forma indevida. O primeiro, o snapsaved, foi hackeado e deixou vazar 13 GB de arquivos de usuários. O segundo, devido a uma combinação de senhas fracas e um bug que deixa senhas serem testadas sem restringir a quantidade de tentativas, sofreu ação de hackers e quase 200 fotos de várias celebridades foram expostas. O Dropbox, por sua vez, teve um documento com 400 usernames e senhas publicado na internet. Neste caso, a pessoa que postou pediu doações de bitcoins (moedas virtuais) para liberar mais, mas, segundo a empresa, eles não foram hackeados, as informações foram roubadas de outros serviços e usadas no Dropbox.

Para evitar que os seus dados sejam expostos desta forma, separei algumas dicas de segurança de como manter a sua privacidade e segurança na internet. Confira:

  1. Atenção ao phishing: Sempre verifique se o site onde você está fazendo o login é realmente o que você quer e não uma imitação fiel.
  2. Sempre utilize uma conexão segura: Confirme sempre se o seu browser está mostrando o cadeado e o "HTTPS" no começo da URL. Se a conexão não for encriptada, alguém na mesma rede pode "escutar" a requisição e pegar as suas credenciais. Nunca pule um aviso de certificado inválido, pode ser alguém se passando pelo site que você quer acessar, um ataque facilmente executado num Wi-Fi público.
  3. Não coloque o seu login em outro site: Não preencha o seu login do Facebook, por exemplo, em outro site ou ferramenta que não sejam aprovados pela empresa. Grande parte das plataformas e ferramentas fornece outras formas de autenticação que são mais seguras, como o oAuth, e não tem a necessidade que você forneça seus dados em qualquer outro lugar.
  4. Quando gerenciar páginas no Facebook: Tome cuidado extra com o perfil administrador que cuida de páginas de marcas. Não dê às pessoas permissões elevadas quando elas não precisam, deixe sempre no nível mais baixo possível. Procure usar alguma ferramenta para gerenciamento, assim você correrá menos riscos.
  5. Permissões entre aplicativos: Desconfie se um aplicativo de Facebook pedir mais permissões do que precisa para fazer a "tarefa" para a qual ele foi instalado.
  6. Verifique se a empresa que tem a plataforma parece confiável: Saber se a empresa realmente existe, entrar em contato com ela e usar conexão segura (HTTPS) são bons sinais.
  7. Não repita senhas e não utilize senhas fracas: O serviço que você usa pode ser atacado e o banco de dados de e-mails e senhas vazarão. Se você utilizar a mesma senha em todos os lugares, o invasor pode testar as suas credenciais em todos os serviços como Facebook e e-mail. Já uma senha curta, pode ser descoberta facilmente por um programa de "brute force". Para se proteger contra esse tipo de ataque, uma senha forte composta por 4 ou 5 palavras serve bem. Se a tecnologia permitir, utilize pontuação, espaços e números.
  8. Use um gerenciador de senhas: Os produtos da Apple possibilitam lembrar senhas e compartilhá-las entre todos os seus devices. Existem também outras opções como o 1password e LastPass que, além de gerar senhas fortes e randômicas, podem armazená-las de forma segura. Você só precisa lembrar da sua credencial principal para poder ter opções diferentes em todos os perfis. Faça senhas fortes e as troque periodicamente.

Atentando-se a esses cuidados, você corre um risco muito menor de ser hackeado e perder o controle das suas contas e seus dados. Boa navegação!

*Ola Persson, 28 anos, cofundador da Properly, cursou Comunicação Interativa pela Berghs School of Communication e participou do programa Farfar Academy. Trabalhou na AgênciaClick e na Brandwork como Diretor de Arte. Fundou a Properly, empresa de tecnologia que desenvolve aplicativos e ferramentas para o mercado publicitário, juntamente com Dani Valentin, para atender o mercado publicitário, fornecendo soluções que simplificam o dia a dia das agências.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.