Dicas para fazer compras online de forma segura

Por Redação | 26 de Dezembro de 2014 às 11h00

Com a chegada do fim do ano, uma quantidade enorme de empresas está utilizando suas lojas digitais para fazer promoções realmente atrativas. Você consegue comprar aparelhos eletrônicos com descontos significativos, roupas bem mais baratas e até mesmo perfumes pela metade do preço.

O problema é que navegar na internet fuçando por diferentes produtos vendidos por valores pequenos pode fazer com que você encontre páginas infestadas de malwares. Dependendo do golpe que está sendo executado, além de não receber o produto que seria seu por direito, a pessoa mal intencionada pode acabar tendo em mãos os seus dados bancários e fazer um estrago dos grandes na sua conta corrente.

A parte boa dessa história é que você pode tomar algumas precauções para diminuir os riscos, assim como lembrou o pessoal do site CNET. E, se você é um comprador online mais experiente, lembre-se de que algumas dessas dicas são voltadas para os iniciantes – mas é sempre bom revisar o conhecimento que já se tem, não é mesmo?

O fundamental para se dar bem

Abaixo, você confere dicas básicas do que fazer e, principalmente, do que não fazer quando começar a comprar em sites pela internet.

•Nunca, mas nunca compartilhe seus dados bancários por e-mail, ou em alguma rede social. Também não utilize páginas sem certificação de segurança.

•Fique atento a pedidos de informações que não têm relação com a compra, como data de nascimento, idade, entre outras coisas – e não compartilhe esses dados, é claro.

•Tente encontrar dados que evidenciem existência física do vendedor, como endereço ou número de telefone.

•Depois de finalizar as compras, saia dos sites em questão (fazendo o logoff, não apenas fechando a aba).

•Procure separar um browser alternativo apenas para compras, assim como um endereço de e-mail exclusivo.

Sim, ainda tem mais...

Mantenha o seu sistema operacional, antivírus e navegador sempre atualizados, pois novos recursos podem surgir para erguer suas barreiras contra ataques ou para eliminar algum malware já existente. Algo que você deve evitar durante as compras são redes públicas de WiFi, pois elas podem existir apenas para que alguém ganhe acesso à sua máquina e descubra informações importantes sobre a sua pessoa.

No caso de você precisar fazer uma compra fora de casa, vale a pena fazer do seu smartphone um roteador e gastar um pouco do seu plano de dados. Investigar a reputação do vendedor também é importante para saber se ele respeita prazos de entrega, se há histórico de golpes ou reclamações muito contundentes.

No celular e o pagamento

O método de pagamento também é muito importante. Isso simplesmente porque alguns modos oferecem garantias e seguranças maiores do que outros que envolvem apenas transferência bancária, por exemplo. A utilização de cartões de crédito e de sistemas como o PayPal são validados e têm um background maior para que devoluções de dinheiro e desistências aconteçam.

Além de tudo isso, se você pretende comprar utilizando um celular ou tablet, é altamente indicado que você faça isso através do aplicativo de grandes lojas – esse tipo de software normalmente passa pela revisão das lojas, como Google Play e Apple Store. Ainda é aconselhável que se desligue o Bluetooth do aparelho e utilize os recursos de rastreamento de cada sistema operacional no caso de o dispositivo ser roubado ou perdido.

Por fim, se você deseja conferir mais algumas dicas interessantes, clique aqui e leia outro artigo de segurança do Canaltech.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!