Copa do Mundo: 30 robôs ajudarão na segurança do evento

Por Redação | 07.04.2014 às 16:50 - atualizado em 10.04.2014 às 12:51
photo_camera Divulgação

Faltam pouco mais de cinquenta dias para o início da Copa do Mundo no Brasil e, para manter a segurança dos turistas e visitantes de um dos maiores eventos esportivos do planeta, o governo brasileiro contratou a ajuda de robôs que ajudarão os seguranças e policiais que vão trabalhar durante o evento. As informações são do site da revista Exame.

Ao contrário das máquinas futuristas de filmes como Star Wars e Blade Runner, os vigilantes eletrônicos serão os iRobot 510 Packbot, fabricados pela iRobot. O mesmo modelo já era conhecido por atuar em diversas situações de risco e combates ao redor do mundo, como durante a atuação do exército dos Estados Unidos no Afeganistão. Os 30 robôs custaram um total de US$ 7,2 milhões aos cofres públicos (cerca de R$ 16,2 milhões) e, além de serem utilizados durante a Copa, também atuarão durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016.

Entre as principais características do iRobot 510 Packbot estão a capacidade de desarmar bombas, fazer reconhecimento de territórios e rastrear edifícios - tarefas que evitam a entrada de soldados humanos em locais hostis. A máquina atinge velocidade de até 10 km/h, pesa 10,89 kg, pode subir escadas, mergulhar em até um metro de água e atuar em qualquer ambiente climático. O robô também pode receber melhorias como pequenas armas, sensores térmicos e alicates para cortes de fios.

Todo o controle do Packbot é feito à distância através de ondas digitais de rádio que enviam sinais de comunicação entre o robô e a central de comando. De acordo com a fabricante, o aparelho também funciona como aliado em acidentes e desastres naturais, como aconteceu durante as operações em Fukushima, no Japão, logo após o vazamento de material radioativo da usina nuclear. O robô entrou em ação no local devido aos altos níveis de radiação que poderiam prejudicar a saúde dos seres humanos.

Além do 510 Packbot, a iRobot possui outros três modelos diferentes de robôs voltados para o mercado militar. O iRobot 110 FirstLook pesa 2,5 kg e pode ser arremessado para dentro de prédios para fazer observações, enquanto o SUGV tem foco especial em vigilância. Já o 710 Warrior, um robô maior, tem força para carregar objetos mais pesados.

A iRobot também fabrica alguns robôs para uso doméstico. O Roomba, por exemplo, é um aspirador de pó inteligente, o Mirra serve para limpar piscinas e o Scooba limpa o chão.

Veja abaixo um vídeo do Packbot em ação:

Fora o iRobot 510 Packbot, um outro equipamento ajudará na segurança da Copa do Mundo. Trata-se do Hermes 900, um veículo áreo não-tripulado (VANT) que vai patrulhar os céus durante o mundial de futebol. Entre as principais vantagens operacionais do drone está um conjunto de 10 câmeras de alta resolução que permitem a vigilância de uma região inteira. Leia mais.