Como proteger a sua empresa contra os cybercrimes do final de ano

Por Redação | 11 de Dezembro de 2013 às 08h10

Com as festas de fim de ano cada vez mais perto, as empresas precisam se preparar para o predomínio dos malwares escondidos nos alegres cartões de Natal, nas ofertas de compras e nos vídeos com votos sinceros de boas festas, criados para provocar os funcionários a clicar num botão.

Pensando nisso, a SolarWinds, fabricante de softwares de gestão de TI, recomenda quatro práticas para que as empresas mantenham afastadas de sua infraestrutura as ameaças virtuais de cybercriminosos, enquanto os funcionários participam do período mais intenso de compras online do ano:

  1. Fortalecimento dos firewalls – Um firewall é tão bom quanto as regras que você criou. Qualquer que seja o tamanho da rede, os firewalls acumulam uma lista sempre crescente de regras e objetos redundantes, juntamente com regras conflituosas e não utilizadas, que podem causar caos no gerenciamento dos firewalls durante o período de compras online de fim de ano, em geral de alta vulnerabilidade. Certifique-se de que as regras do firewall estejam atualizadas.
  2. Patches atualizados – Uma organização torna-se um alvo importante para os ataques quando a empresa parte do pressuposto de que a versão mais recente do aplicativo é comprovadamente segura, quando os patches não são mais atualizados ou quando ela não tem mais controle total sobre todos os aplicativos instalados pelos usuários finais. Reduza a exploração dos malwares quando os funcionários estão mais vulneráveis a fraudes inteligentemente disfarçadas de ofertas de fim de ano mantendo os patches atualizados.
  3. Monitoramento do tráfego interno – Identifique onde os usuários estão buscando descontos nas compras monitorando continuamente a atividade e o comportamento de suas workstations. Com um servidor proxy, as empresas podem bloquear certos sites, por exemplo, nos quais não há compras disponíveis, detectando os usuários que tentam burlar as políticas implementadas. Em resumo: se permitir, monitore. Se não permitir, certifique-se de bloquear o acesso.
  4. Controle sobre a largura de banda – Com o aumento do tráfego e da concentração de usuários da Internet procurando promoções de fim de ano, essa tendência provavelmente afetará a largura de banda da rede. Não perca de vista os sites mal intencionados que vão atacar enquanto você faz de tudo para manter sua rede funcionando. Fique alerta, monitorando a largura de banda e o tráfego da rede. Além disso, tome ações adequadas ao identificar os usuários que abusam de seus privilégios.

Adotando essas quatro simples práticas, pode ter certeza de que a sua empresa estará segura para as ameaças virtuais de final de ano.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.