Cloud Computing e a segurança das informações

Por Colaborador externo | 07 de Abril de 2014 às 20h16
photo_camera Andrea Danti

Foto: Andrea Danti/Shutterstock

Por Fábio Alexandre Vieira*

Atualmente, o computador alcança todos os níveis da sociedade e é usado em praticamente todas as profissões, desde estudantes a profissionais que manuseiam orçamentos, planilhas, transações financeiras, etc. E ao falar de computador, é difícil deixar a internet de fora e, concomitante a ela, o grande crescimento de ataques virtuais, seja por invasões ou vírus, que podem acarretar, no mínimo, algum prejuízo ou mesmo transtornos a quem dela se utiliza. E se a internet é algo tão importante e presente para todos, é preciso manter nossos dados seguros e para que isso seja possível, são necessários alguns cuidados especiais.

Para se precaver, tanto pessoas como empresas procuram utilizar soluções comprovadamente seguras, por isso contratam empresas que possuem certificação de segurança e que possam garantir a integridade dos dados. Um bom contrato também é uma forma de garantir que o prestador de serviços está realmente comprometido com a segurança e também com os dados em nuvem.

Por isso, é fundamental que todo provedor de computação em nuvem garanta a segurança e conformidade de aplicativos essenciais aos negócios, e também flexibilidade e agilidade para um rápido dimensionamento.

Em um ambiente virtual as empresas necessitam ter visibilidade de tráfego entre cargas virtuais de trabalho para proteger os aplicativos essenciais e os bancos de dados contra ameaças de sistemas menos seguros ou sem patches. Também é preciso implementar controles de conformidade e auditoria nos hosts em escopo.

Além disso, é o firewall no nível do hypervisor em VMware vCloud Networking and Security App que fornece segurança adaptável e acompanha as máquinas virtuais que migram de host em host, para que as empresas possam oferecer suporte com segurança aos aplicativos virtuais em ambientes dinâmicos de nuvem.

Essa evolução tecnológica oferece vantagens: suporta facilmente aplicativos de diferentes níveis de confiança em um mesmo data center virtual, certifica uma segmentação correta e emprega zonas de confiança em todos os aplicativos, possui visibilidade e controle sobre as comunicações de rede entre máquinas virtuais, e ainda programa uma aplicação ágil de políticas com base em conceitos lógicos e centralizados em cargas de trabalho que serão protegidas - e não em conceitos de infraestrutura, como endereços IP ou VLANs.

Esses recursos e as soluções confiáveis asseguram às nuvens a proteção mais resistente possível para aplicativos e dados essenciais.

*Fábio Alexandre Vieira é graduado em Ciências da Computação, com MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas e diretor executivo da PRIMEHOST.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.