Blackphone lançará loja dedicada a aplicativos seguros

Por Redação | 09.12.2014 às 13:06

O Blackphone chegou ao mercado em meados de 2014 como uma resposta ao escândalo de espionagem governamental detonado por Edward Snowden. Utilizando uma versão altamente modificada do Android KitKat, o aparelho garantia segurança e privacidade total das comunicações de seus usuários, mas apenas em chamadas, mensagens de texto, navegação na internet e contatos armazenados na memória. Mas tudo isso vai mudar bem em breve, já que a fabricante pretende lançar uma loja de aplicativos dedicada a soluções seguras para o smartphone.

A mudança vem para atender uma das principais críticas dos usuários da plataforma, que reclamam justamente da limitação de suas funções em prol da segurança. Para a fabricante do smartphone, a ideia era que os usuários utilizassem seus celulares “comuns” para os aplicativos tradicionais e, quando fossem tratar de assuntos confidenciais, preferissem o aparelho seguro. Percebendo que há demanda para esse tipo de aplicação, agora a empresa está trabalhando no que afirma ser a maior atualização da história do PrivatOS, como é chamado seu sistema operacional.

Com lançamento previsto para janeiro do ano que vem, o marketplace vai se chamar Silent Space e terá aplicativos gratuitos e pagos, todos com o selo de aprovação da Blackphone. Estarão disponíveis apps dos mais diferentes tipos, todos com foco em segurança, além de seleções feitas pela própria fabricante para facilitar a vida dos usuários.

Para tornar as coisas mais organizadas, a Blackphone também vai introduzir uma função chamada Spaces, que permitirá aos utilizadores criarem interfaces diferentes para uso pessoal e profissional, por exemplo. Assim, é possível separar os dados, aplicativos e outras informações em dois ou mais ambientes totalmente independentes dentro do mesmo sistema operacional.