Pesquisa: confiar senhas ao parceiro ou amigos pode significar sérios danos

Por Redação | 21 de Fevereiro de 2013 às 09h40

A McAfee, empresa de tecnologia especializada em segurança, analisou o comportamento de casais na web e sua relação com dados pessoais em redes sociais. Intitulada “Amor, Relacionamentos e Tecnologia”, a pesquisa analisou os principais problemas em compartilhar dados pessoais com parceiros e revelou como términos de relacionamento podem resultar em violação de privacidade on-line. O levantamento foi encomendado à MSI International, que realizou 505 entrevistas on-line no Brasil, com adultos na faixa de 18 a 54 anos, de 14 a 30 de dezembro de 2012.

28% deles deixam o telefone aberto e desprotegido, permitindo que qualquer um tenha acesso a todo o conteúdo particular assim que tiver o aparelho em mãos. Quase duas entre dez pessoas nunca fazem backup nem salvam informações de seus smartphones e 11% dos brasileiros raramente apagam mensagens de texto, e-mails e fotos pessoais.

Mesmo tendo conhecimento de casos públicos de vazamento de fotos, vídeos e informações na internet, os brasileiros continuam a se arriscar compartilhando informações pessoais com parceiros e amigos, estando assim sujeitos a situações conhecidas como “a vingança do ex”. O estudo mostra que 85% dos entrevistados acreditam que seus dados estejam seguros nas mãos de seus parceiros.

Apesar de toda essa confiança, a McAfee descobriu que 9% dos adultos já invadiram um dispositivo móvel e expuseram seu conteúdo ou fingiram ser o ex-companheiro. Além disso, 9% dos entrevistados já assumiram algum comportamento em sua vida on-line para atrapalhar ou terminar o novo relacionamento de um ex-parceiro.

“Compartilhar senhas pode parecer seguro, mas esse hábito abre brechas para acesso indevido a informações confidenciais e o conteúdo pode ser postado em uma plataforma pública para que todos vejam. É preciso conscientizar os consumidores dos riscos e tomar medidas para garantir que seus dados pessoais estejam seguros e protegidos”, afirma José Matias, Diretor de Suporte Técnico da McAfee para a América Latina.

No Brasil, as ações dos parceiros que resultaram na exposição de dados pessoais foram:

1. Mentira (48%)

2. Traição (39%)

3. Publicação de foto inapropriada (33%)

4. Término de relacionamento (15%)

5. Cancelamento de casamento (13%)

6. Outros (13%)

Cerca de 25% dos entrevistados já se arrependeram de enviar esse tipo de conteúdo após o término do relacionamento e 42% deles pediram que seu ex-companheiro apagasse o conteúdo.

Muitos usuários, por saberem a senha de seus parceiros, acessam seus e-mails, contas bancárias e redes sociais. Mais de 50% dos entrevistados admitiram entrar ocasionalmente em páginas de redes sociais, enquanto contas bancárias são acessadas por 27%. Já os e-mails são vasculhados por 44% dos companheiros.

De acordo com a pesquisa, não é apenas com fotos reveladoras que as pessoas precisam se preocupar: os brasileiros compartilham conteúdo indiscriminadamente, e isso faz com que as chances de roubo de dados aumentem ainda mais. Conteúdo do celular (59%), contas de e-mail (58%), senhas (39%), números de contas bancárias (35%) e códigos de seguro de saúde (31%) já foram compartilhados com parceiros de relacionamento.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.