91% dos americanos dizem ter perdido o controle sobre sua privacidade online

Por Redação | 17.11.2014 às 20:00

De acordo com um estudo realizado pela empresa Pew Research Center, a maioria dos usuários americanos afirma não saber como lidar quando o assunto é proteger suas informações pessoais na internet. Cerca de 91% dos adultos admitem ter perdido o controle sobre como as empresas e o governo coletam e usam seus dados na web

A pesquisa se focou na opinião dos norte-americanos sobre a privacidade na era “pós-Snowden”, ou seja, após a divulgação de inúmeros documentos que apontam um esquema de vigilância online conduzido pela Agência Nacional de Segurança (NSA) dos EUA.

Com base nas revelações feitas pelo ex-técnico da entidade, Edward Snowden, 80% dos entrevistados disseram que os americanos deveriam se preocupar com o monitoramento do governo sobre as ligações telefônicas e as comunicações de internet, enquanto 18% discordam da necessidade de preocupação. Quase dois terços (64%) acreditam que as autoridades deveriam regulamentar melhor a publicidade, contra aproximadamente um terço que afirmou que o governo não deveria aumentar seu envolvimento no assunto.

Além disso, 70% dos usuários de redes sociais se dizem preocupados com agências de inteligência acessando informações postadas nessas plataformas sem o consentimento dos donos dos perfis.

Já no quesito confiança, 81% dos americanos disseram que não se sentem seguros ao usar as mídias sociais na web para compartilhar conteúdos com outra pessoa ou empresa. Somente 36% dos participantes do estudo concordaram que "é bom para a sociedade se as pessoas acreditarem que alguém está de olho nas coisas que se faz online". A maioria dos adultos também acha impossível manter qualquer nível de anonimato online - apenas 24% concordam com a afirmação.

Como boa parte dos internautas ainda têm dúvidas sobre como suas informações são tratadas no mundo digital, foram criadas algumas ações para garantir que a privacidade na internet não seja violada. Por exemplo, é possível utilizar navegadores mais "seguros", como o Tor ou o Mozilla Firefox, além de um mecanismo de pesquisa privado como o “Duck Duck Go”. Se você é um usuário de mídias sociais, consulte o nosso tutorial como ser invisível no Facebook e não esqueça de checar as nossas dicas para manter as suas contas seguras na web.