9 maneiras de proteger modems e roteadores de ataques cibernéticos

Por William Nascimento

Diversos estudos mostram uma tendência cada vez mais perigosa, o ataque de cibercriminosos a dispositivos de redes como modems e roteadores. Tais ataques são realizados para roubar dados pessoais dos usuários, bem como senhas de contas bancárias, números de cartão de crédito e desviar as conexões para servidores maliciosos. Mesmo que um computador esteja protegido por um bom antivírus, ele não está imune a esses ataques.

Sendo assim, é necessário tomar medidas a fim de proteger ao máximo modems e roteadores. Abaixo, separamos nove maneiras eficientes para que você proteja seus dispositivos de rede e, consequentemente, seu computador, tablet ou smartphone.

1. Alterar a senha padrão

Segurança digital

Modems e roteadores são definidos com senhas padrão ao saírem de fábrica. Sendo assim, é fácil desvendar quais são os passwords caso os usuários não os tenha alterado. Mesmo quando o fornecedor de internet faz a instalação do aparelho em sua casa, a senha padrão de acesso às configurações não é alterada. Com a troca da senha, é muito mais difícil para o criminoso alterar as configurações de seu dispositivo de rede.

2. Defina senhas e encriptação complexa no dispositivo

Segurança digital

Será de pouca serventia alterar a senha e inserir uma combinação fácil de ser decifrada. Atualmente, os hackers utilizam sistemas complexos que testam e conseguem detectar senhas fáceis. Sendo assim, o usuário deve evitar o uso de palavras, datas ou nomes que constem em um dicionário. Uma ótima dica é criar um password que misture letras, números e símbolos, com no mínimo oito caracteres. Outra aspecto importante é escolher a encriptação correta da rede Wi-Fi, sendo o WPA2-PSK a mais segura.

3. Não digite a senha de seu roteador na internet

Segurança digital

Para descobrir as senhas de roteadores, os cibercriminosos têm apelado para diversas formas de roubo de dados. É possível que eles ataquem roteadores e modems e alterem configurações dos usuários através de ataques web. Caso algum site solicite a senha de acesso ao roteador ou modem do usuário, o mesmo não deverá fornecer tais informações. Nessas condições, é necessário clicar em cancelar para que o ataque seja neutralizado.

4. Altere as portas padrão

Segurança digital

Roteadores e modems são normalmente instalados em portas padrão. Para melhorar a segurança de seus dispositivos de rede é preciso evitar o uso destas portas. Como alternativa, é possível configurar sua rede para usar portas diferentes.

5. Mude o DNS do fornecedor de internet

Diversos acontecimentos de redirecionamentos maliciosos envolvendo os servidores DNS legítimos dos fornecedores de internet estão sendo relatados. Em tais ataques, os criminosos sequestram os DNS do fornecedor e os utilizam por um período de tempo para direcionar os usuários para páginas falsas de bancos ou ainda instalam algum tipo de malware. Uma das maneiras mais fáceis e eficientes de evitar isso é utilizar um servidor DNS diferente do fornecedor.

6. Mantenha o firmware do roteador ou modem atualizado

Normalmente, no site do fabricante, é possível fazer o download gratuito da última versão do firmware, conforme o modelo do dispositivo. Nem todos se lembram disso, mas é algo fundamental para manter sua rede segura. Os usuários precisam ficar atentos às atualizações de firmware, pois é nelas que as fabricantes podem disponibilizar ajustes e configurações de segurança importantes.

7. Tenha atenção ao HTTPS

Quando um modem ou roteador é vítima de cibercriminosos e outros servidores DNS são configurados no dispositivo, é comum que os redirecionamentos maliciosos sejam feitos para páginas falsas que não apresentam o "HTTPS", indicando a ausência de uma conexão segura. Até que o problema seja resolvido, é aconselhado que o usuário não faça login em sites de banco ou realize compras online.

8. Desative serviços desnecessários

Os modems e roteadores possuem serviços de acesso remoto ou outras tecnologias que são habilitadas sem mesmo que o usuário saiba. Caso você não use esses tipos de tecnologias, o ideal é desabilitá-las por questões de segurança. A 'gestão remota' e o 'Broadcast SSID' são duas dessas tecnologias que podem ser desativadas.

Alguns fabricantes disponibilizam a função de 'gestão remota' para que modems e roteadores possam ser acessados além das conexões locais (LAN). Já no caso do 'Broadcast SSID', um modem ou roteador transmite o seu ID publicamente, deixando a rede visível. Isso pode ser alterado no painel de configurações ao desativar o recurso.

9. Utilize um ótimo software antimalware

Os softwares antimalware modernos geralmente oferecem proteções extra para conexões sem fio, mesmo as de redes extremamente perigosas e vulneráveis. Ter um programa desses instalado em seu computador pode ajudar a identificar algum ataque que possa ser realizado em sua rede.

Fonte: http://www.bitmag.com.br/2015/10/10-dicas-que-protegem-modems-e-routers-de-ataques-online/