8 dicas para incrementar a segurança em um PC com Windows

Por Douglas Ciriaco

Você já deve ter ouvido falar das inúmeras ameaças a que estamos expostos quando acessamos a internet. Longe de ser um apocalipse viral no qual basta acessar uma página para colocar em risco todas as suas informações pessoais, a web está cheia de armadilhas que podem pegar os mais desavisados.

Por isso, ficar atento aos arquivos que você baixa e instala em sua máquina, prestar atenção nos links em que clica e também nos sites que acessa a partir de seu computador podem ser ações suficientes para manter você distante de maiores problemas.

Entretanto, como precaução nunca fez mal a ninguém, vale a pena reforçar suas boas práticas na web com algumas outras dicas. Nós preparamos uma lista com algumas dicas extras de segurança para o seu computador com Windows. Confira!

1. Instale um antivírus

Manter um programa antivírus instalado e atualizado em seu PC é uma tarefa básica nos dias de hoje. As opções são variadas e há bons nomes disponíveis de forma paga ou gratuita atualmente.

Além disso, outra dica valiosa é ficar de olho em serviços como o AV-Test e AV-Comparatives, institutos independentes que avaliam a capacidade de softwares antivírus. Veja quais se enquadram melhor nas suas necessidades, especialmente se você pretende comprar a versão profissional de um programa de defesa.

2. Mantenha o Windows atualizado

Vamos combinar que a Microsoft não tem a melhor política de distribuição de atualizações do mundo, agindo muitas vezes de forma autoritária e invasiva com os seus consumidores. Isso se explica, em parte, pela amplitude da utilização do sistema, que serve tanto a alguns ninjas da computação quanto aos leigos que dão os seus primeiros passos por aqui.

De qualquer forma, abrir o Menu Iniciar e procurar pela opção “Windows Update” pode ser útil para descobrir se há alguma atualização disponível. Às vezes são identificadas brechas de segurança no sistema que só são corrigidas com atualizações, por isso é importante manter tudo em dia.

3. Mantenha navegador e plugins atualizados

A interface que media a sua comunicação com a internet em um computador é o navegador. E não importa se você usa Firefox, Chrome, Microsoft Edge (Internet Explorer), Opera ou Safari: a exposição aos perigos da internet acaba sendo a mesma se o aplicativo está desatualizado.

Então, ficar atento se você tem a última versão do navegador instalado é essencial. Isso porque tais aplicações, assim como plugins e complementos que você usa em um browser, podem conter falhas conhecidas de segurança que só são corrigidas com atualizações.

Atualmente, a maioria dos aplicativos notificam você automaticamente sempre que há uma nova atualização, mas você pode se adiantar e usar um programa que monitora essas funções e avisa sempre que um software estiver desatualizado em seu PC, como Appupdater, FileHippo App Manager ou Secunia Personal Software Inspector.

4. Instale um antimalware/antispyware

Os spywares podem lhe dar algumas dores de cabeça, afinal eles podem ser instalados de forma sutil junto com outros programas. Depois, os principais sintomas de um PC com um software deste tipo costumam ser o surgimento aleatório de janelas de propaganda e barras de ferramenta, bem como mudanças na página inicial e no mecanismo de busca padrão do browser.

Se você identificou alguns destes eventos, recorrer a um removedor de spyware é o ideal para que o funcionamento de tudo volte ao normal. Algumas das melhores opções disponíveis atualmente são Malwarebytes Anti-Malware, HijackThis, Ad-Aware e Spybot Search & Destroy.

5. Considere criptografar informações sensíveis

Não é incomum encontrar notícias na internet sobre fotos vazadas de serviços de armazenamento nas nuvens ou mesmo copiadas ilegalmente de um computador. Deixar de guardar arquivos sensíveis nem sempre é uma opção para muitas pessoas, então a melhor saída aqui pode ser um programa que criptografa dados.

No link acima, nós tratamos da criptografia, de contextos em que ela pode ser bastante útil e também indicamos alguns programas bem úteis para você manter seus dados protegidos. Em suma, faça a seguinte pergunta: estas informações podem me causar algum prejuízo se forem visualizadas por pessoas não autorizadas? Se a resposta for positiva, recorra à criptografia para guardar dados no seu próprio PC ou nas nuvens.

6. Considere utilizar uma conta básica do Windows

O Windows permite que você crie diversas contas de usuário a fim de organizar melhor o sistema em um PC compartilhado entre várias pessoas. Entretanto, uma conta de administrador permite a você fazer basicamente qualquer coisa, inclusive desativar os controles que avisam quando algo será instalado em sua máquina.

Supondo que você não precise instalar programas todos os dias em seu computador, ter duas contas na sua máquina pode ser uma saída interessante. Assim, você usa o perfil básico para jogar, trabalhar e navegar na internet, enquanto mantém a conta de administrador parada, recorrendo a ela somente quando necessário.

7. Crie um ponto de restauração

Definir um ponto seguro para o qual você pode retornar em caso de problemas é uma das soluções que podem ajudar a manter tudo mais seguro em sua máquina. Criar pontos de restauração (e usá-los, posteriormente) pode ajudar você a se livrar de malwares, vírus e outros problemas, afinal esta ação devolve o seu computador para um estado anterior, no qual ele funcionava corretamente.

Assim, caso seu PC passe por problemas que colocam em risco a sua segurança e você não tem a confiança de que tudo foi resolvido pelo combo antivírus + antimalware, restaurar a máquina vai deixá-lo mais tranquilo (e isso é bem pouco trabalhoso).

8. Crie um disco de recuperação e um LiveUSB com Linux

Por fim, se a restauração também não parece uma solução viável e a sua máquina passa por problemas graves, um disco de recuperação que permitirá a você corrigir problemas ou até mesmo reinstalar o Windows é o mais viável.

Além disso, manter à mão um LiveUSB (ou LiveDVD/LiveCD) com uma distribuição Linux é outro método que pode salvar você na hora de recuperar seus arquivos pessoais de um computador em que o Windows não carrega mais, seja por motivo de vírus ou não.

Leia também:

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.