31 de março, dia mundial do Backup. Você já fez o seu?

Por Redação

O mundo digital está bem dividido entre computadores, notebooks e dispositivos móveis. E o aumento no uso de smartphones, tablets e notebooks acaba aumentando também o risco a que as pessoas estão expostas em relação à perda de informações. Como reflexo, um levantamento recente realizado pela ESET, empresa de soluções de segurança da informação, na América Latina identificou que 77% dos internautas da região já perderam dados pela falta de um backup (cópia de segurança) adequado.

Para evitar perdas de dados, a ESET resolveu comemorar a data listando alguns conselhos preciosos para quem deseja manter suas informações e dados a salvo.

“A informação é um dos ativos mais importantes para empresas e pessoas na atualidade. Assim, é essencial que os usuários incorporem a cópia de segurança dos diversos dispositivos utilizados no trabalho e em casa”, alerta Camillo Di Jorge, Country Manager da ESET Brasil.

De acordo com Di Jorge, as pessoas precisam estar preparadas para garantir o acesso a documentos, imagens e dados, mesmo em caso de contratempos, como furto, roubo ou dano dos dispositivos, falha no fornecimento de energia e infecção dos equipamentos por códigos maliciosos.

Os especialistas da empresa dão as dicas:

  • Avalie as informações que precisam de backup: Cada usuário deve analisar as informações armazenadas nos diversos dispositivos (computadores, tablets ou smartphones) e identificar quais delas necessitam de backup. Quando boa parte das informações contidas no equipamento precisa de uma cópia de segurança, o ideal é utilizar um software que faça esse backup de forma periódica. Enquanto que nas demais situações, o usuário pode realizar o processo de forma manual.
  • Adote os meios de armazenamento adequados: O espaço físico em que se armazena a mídia de backup também deve ser protegido. Por exemplo, não é aconselhável transportar o meio de armazenamento usado para o backup – caso o mesmo seja um HD externo ou um pen drive – na mesma bolsa usada para o notebook, já que em caso de perda ou roubo, ambos serão perdidos. Os meios de armazenamento podem ser: um disco rígido (HD externo), dispositivo de armazenamento USB, mídias ópticas (CD, DVD, Blu-Ray) ou nuvem (internet).
  • Realize os backups com frequência: Essa decisão deve ser analisada de acordo com a frequência com a qual os arquivos são criados, modificados e apagados. Se um projeto é atualizado diariamente, será necessário realizar uma cópia de segurança todos os dias.

É importante destacar que um programa para backup de informações não substitui uma solução de segurança, que protege contra malware e outras ameaças cibernéticas. Para atender objetivos diferentes e complementares e atingir o nível ideal de proteção das informações, a recomendação é implementar ambos os aplicativos.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!