200 dias é o tempo que as empresas demoram para descobrir que foram hackeadas

Por Redação | 03 de Agosto de 2015 às 08h31

De acordo com o relatório global Midyear Security Report 2015, divulgado pela Cisco, as empresas têm que melhorar a detecção e as medidas tomadas contra-ataques de hackers. Segundo a companhia especializada em redes, as empresas levam cerca de 200 dias até identificarem que foram invadidas.

Para que elas possam melhorar neste sentido, o relatório defende a postura proativa como sendo fundamental para minimizar as consequências causadas por ataques e ameaças cada vez mais sofisticadas. "É preciso criar uma visão holística e integral dos projetos", salienta Marcelo Bezerra, líder de engenharia da Cisco para a América Latina. Segundo o executivo, é preciso avaliar contextos e aplicar inteligentemente ações orientadas à proteção dentro das companhias.

Como forma de aumentar a segurança e a percepção de ataques nas empresas brasileiras, o relatório afirma que é necessário identificar métodos e ferramentas que preencham lacunas e brechas, desenvolvendo um ambiente de segurança que entenda os negócios e envolva todos os sistemas e equipamentos que uma empresa utiliza.

Bezerra também indica que existe uma grande quantidade de servidores vulneráveis no Brasil e que muitas companhias subestimam o potencial dos hackers. "Existe um erro comum, que é subestimar o adversário. Ainda temos a ideia do hacker adolescente. Hoje, há toda uma indústria voltada à invasão de sistemas e roubo de dados, tão lucrativa quanto o tráfico de drogas", analisou.

Os números revelados pelo executivo mostram que o cibercrime se tornou um comércio altamente lucrativo e que é preciso estimular as companhias a dedicarem mais recursos e esforços à segurança digital. Somente nos Estados Unidos, o cibercrime movimenta entre US$ 450 bilhões e US$ 1 trilhão por ano, investindo em constantes inovações para não se tornar obsoleta.

Fonte: Cisco

Fonte: http://idgnow.com.br/ti-corporativa/2015/07/29/empresas-demoram-200-dias-para-descobrir-que-foram-hackeadas/

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!