Uber suspende 240 contas no México por suspeita de coronavírus

Por Rafael Arbulu | 03 de Fevereiro de 2020 às 10h15
uber
Tudo sobre

Uber

Saiba tudo sobre Uber

Ver mais

A Uber comunicou, por meio de seu perfil oficial no Twitter, que suspendeu as contas de 240 pessoas de seu serviço de transporte privado no México por suspeita de elas terem interagido com motoristas e passageiros que tenham contraído o coronavírus. Segundo a empresa, a situação começou com um passageiro, que repassou o vírus a um motorista, que pegou novas viagens e colocou novos passageiros em risco.

As suspensões têm efeito temporário e ao menos dois contatos de motoristas com a suspeita de estarem com o coronavírus foram repassadas à Unidade de Inteligência de Saúde Epidemiológica (UIES) da Cidade do México — a empresa suspeita que os dois condutores em questão tiveram contato com um passageiro infectado. As outras mais de 200 contas suspensas referem-se a passageiros que tiveram contato com esses dois motoristas, e todos eles foram informados pela empresa sobre como proceder para buscar as autoridades e fazerem a devida comunicação ao órgão.

Segundo um print de uma mensagem enviada pela Uber a uma conta suspensa, a empresa diz: “Pela sua própria segurança e pela segurança de outros, a sua conta não poderá fazer pedidos por transporte neste momento”.

Atualmente são 14.557 casos confirmados de infecção pelo coronavírus, espalhados por 23 países — vale citar, porém, que o México não é um deles, segundo um relatório de atualização de situação global emitido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2 de fevereiro de 2020. Até o momento, foram confirmadas 304 mortes pelo coronavírus, sendo apenas uma delas fora da China, epicentro da epidemia.

Segundo o mesmo relatório, o Brasil também não está na lista de países que apresentam casos confirmados. Entretanto, segundo comunicou a EBC no final de semana, há 16 casos suspeitos de contração do vírus, sendo São Paulo a cidade mais preocupante (8 suspeitas), seguida pelo estado do Rio Grande do Sul (4 casos) e Santa Catarina (2 casos). Na última semana, o número de casos suspeitos era de 9 pessoas.

As recomendações de prevenção para infecção do coronavírus feitas pela OMS incluem:

  1. Evitar o contato muito próximo com pessoas que sofram ou mostrem sintomas como infecções respiratórias agudas;
  2. Lavar as mãos com frequência, especialmente após o contato direto com pessoas doentes e seus respectivos ambientes;
  3. Evitar o contato inseguro — sem proteção — com animais em cativeiro ou selvagens

Fonte: Uber (via Twitter); Agência EBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.