Índice de contágio da COVID-19 no Brasil está longe da estabilização, diz estudo

Por Natalie Rosa | 29 de Maio de 2020 às 18h30
Reprodução

Uma pesquisa recente realizada pelo grupo COVID-19 Analytics mostrou que o Brasil ainda está longe de passar por uma estabilização de casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Na última semana, de acordo com o estudo, o índice de contaminação apresentou uma queda, mas segue distante do ideal.

Segundo os dados, cada brasileiro infectado pelo novo coronavírus transmitiu a doença para mais 1,9 pessoa, taxa que em 1º de maio era de 2,53, ainda distante do 1,0 necessário para amenizar a gravidade da pandemia por aqui. Até o fechamento desta nota, na sexta-feira (29), o Brasil confirmou 438.238 casos diagnosticados e 26.754 mortes pela COVID-19.

As regiões que apresentam índices mais alarmantes de crescimento são o Centro-Oeste, Norte e Nordeste, como mostra a imagem abaixo:

Reprodução: Grupo COVID-19 Analytics

O estado de São Paulo, o epicentro da pandemia no Brasil, anunciou flexibilização da quarentena nesta semana, anunciando a reabertura gradual e com restrições de comércios, escritórios, shoppings, salões de beleza, entre outros estabelecimentos, dividindo por fases. Além disso, o país ultrapassou os Estados Unidos na quantidade de mortes diárias e chegou na segunda colocação dos países com mais casos da COVID-19.

Fonte:  O Globo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.