Homem é preso após tomar 7 doses da vacina da covid e vender certificados

Homem é preso após tomar 7 doses da vacina da covid e vender certificados

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 23 de Dezembro de 2021 às 17h25
stevanovicigor/Envato

Na Eslovênia, um homem recebeu sete doses de vacinas contra a covid-19, durante os últimos dois meses. Segundo a polícia local, a pessoa foi presa e acusada de vender ilegalmente certificados de vacinação — documento obrigatório para entrada em locais públicos — para outras quatro pessoas que não quiseram se imunizar.

“Quem receber declaração falsa de órgão estadual competente ou de notário público que sirva de prova em negócios jurídicos pode ser condenado a até três anos de prisão”, alertou a polícia sobre a compra de certificados falsos da vacinação contra a covid-19.

Homem foi preso na Eslovênia por tomar sete doses da vacina contra a covid-19, enquanto esperava a oitava (Imagem: Reprodução/Rthanuthattaphong/Envato Elements)

Entenda o caso do homem que tomou 7 doses da vacina

Segundo a investigação em andamento, os quatro homens que não queriam ser vacinados "contrataram" um homem que estava em situação de vulnerabilidade social. Desde então, ele foi vacinado em diferentes postos de imunização da Eslovênia e foi preso enquanto solicitava a oitava dose. Atualmente, ele está sob custódia.

"A pessoa recebeu uma baixa recompensa [monetária] por essas vacinas dos outros quatro suspeitos, que se aproveitaram de seus problemas e das circunstâncias em que ele vive, e o levaram a um crime sem considerar sua saúde", afirmou a polícia eslovena, segundo o jornal Dnevnik.

Até o momento, não existem estudos sobre os riscos da alta dosagem de vacinas contra a covid-19 em um intervalo tão curto de tempo. Dessa forma, não é possível definir o nível de imunização do indivíduo que tomou 7 doses.

Fonte: Dnevnik  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.