Farmácias começam a vender doses de vacina contra covid; veja preços

Farmácias começam a vender doses de vacina contra covid; veja preços

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 02 de Junho de 2022 às 20h15
Twenty20photos/Alex9500/Envato Elements

A partir deste final de semana, farmácias começam a vender a vacina da AstraZeneca contra a covid-19 no Brasil. Inicialmente, drogarias de grandes capitais, como Rio de Janeiro e São Paulo, devem receber as primeiras doses. Em seguida, o serviço irá se estender por todo o país. A aplicação do imunizante custará em torno de R$ 229, mas o valor depende da rede escolhida.

Entre as farmácias que primeiro anunciaram a iniciativa, está o Grupo de DPSP, responsável pelas Drogarias Pacheco e São Paulo. Segundo a empresa, a dose da AstraZeneca contra a covid-19 custará R$ 229.

Por R$ 229, farmácias brasileiras começam a vender doses da vacina da AstraZeneca contra a covid (Imagem: FabrikaPhoto/Envato)

“Agora, com o fim da emergência sanitária no Brasil e o recente aval de aquisição das vacinas por parte de clínicas e empresas privadas, tornou-se possível ampliar o acesso à vacina, especialmente para as pessoas que desejam reforçar sua imunização, proporcionando a aplicação de forma muito mais cômoda, inclusive aos finais de semana”, afirma Daniel Cavallete, Gerente Executivo de Negócios do Grupo DPSP, em comunicado.

Nesta semana, a Associação Brasileira de Clínicas de Vacinas (ABCVac) também anunciou o início da venda de doses da vacina da AstraZeneca em clínicas particulares de todo o país. A diferença está nos valores praticados, já que, inicialmente, a aplicação do imunizante deve custar entre R$ 300 e R$ 350.

Quem pode comprar a vacina da covid-19?

Por enquanto, serão somente imunizadas pessoas com mais de 18 anos nas farmácias — isso porque a vacina da AstraZeneca só foi liberada para este grupo.  Além disso, é necessário apresentar o RG e a carteirinha de imunização. Aqui, vale explicar que o intervalo mínimo de quatro meses entre as doses segue obrigatório. 

De acordo com o grupo, o foco do atendimento serão adultos "interessados na aplicação da 3ª dose ou adicional de reforço, conforme liberação da Anvisa".

Para além das doses comercializadas pela iniciativa privada, o Sistema Único de Saúde (SUS) comanda, atualmente, quatro campanhas de imunização nacionais: covid-19; sarampo; poliomielite (pólio); e gripe (influenza).

Fonte: G1  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.