Crianças tomam vacina de adulto contra covid em Lucena (PA), confirma prefeitura

Crianças tomam vacina de adulto contra covid em Lucena (PA), confirma prefeitura

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 17 de Janeiro de 2022 às 12h30
Markusgann/Envato Elements

Na cidade de Lucena, no estado da Paraíba, cerca 40 crianças foram imunizadas contra a covid-19 com uma vacina errada — e sem o uso autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) — durante a semana passada, segundo denúncia. O menores teriam recebido doses do imunizante da Pfizer para adultos. Agora, o Ministério Público Federal (MPF) investiga o caso.

A vacinação das crianças contra a covid-19 teria ocorrido sete dias antes da chegada oficial dos lotes da vacina da Pfizer infantil no Brasil. Já que a primeira remessa chegou apenas na madrugada de quinta-feira (13). Além disso, a distribuição para os estados começou apenas na sexta (14). Por fim, na maioria das cidades brasileiras, a campanha de imunização para quem tem entre 5 e 11 anos foi iniciada apenas nesta segunda-feira (17).

Crianças da cidade de Lucena receberam a vacina errada contra a covid-19 (Imagem: Reprodução/Prostock-studio/Envato Elements)

Investigação sobre o caso de Lucena

Em nota sobre o caso da aplicação do imunizante errado, a prefeitura de Lucena afirmou que “uma auxiliar aplicou indevidamente e sem autorização as vacinas”. Além disso, o município “está pondo a disposição das famílias acompanhamento médico e monitorando as crianças”. Até o momento, os menores não apresentaram reações adversas, segundo as autoridades locais.

A denúncia foi recebida na noite de sexta (14) pelo secretário de saúde do estado, Geraldo Medeiros, após a mãe de uma das crianças divulgar o caso do erro da vacinação nas redes sociais.

Agora, nesta segunda (17), a mãe e a responsável pela Unidade Básica de Saúde deverão prestar esclarecimentos sobre o ocorrido para o MPF. Na terça (18), o gestor de saúde da cidade deverá ser ouvido pelas autoridades.

O Ministério da Saúde afirmou, para o canal Globo News, que "acompanha os casos das crianças que foram vacinadas contra a covid-19 com doses destinadas a adultos e recomenda cautela na aplicação das doses aos profissionais e agentes de saúde responsáveis".

Como diferenciar a vacina das crianças e dos adultos?

Para crianças, vacina da Pfizer tem embalagem com detalhes na cor laranja (Imagem: Reprodução/Governo de São Paulo)

Vale lembrar que, no Brasil, somente a vacina da Pfizer foi aprovada para o uso de crianças de 5 a 11 anos. No entanto, a fórmula não é a mesma da aplicada em adultos. Por exemplo, o imunizante para os mais novos é aplicado em duas doses de 0,2 mL (equivalente a 10 microgramas), com 8 semanas de intervalo entre as elas. Para os mais velhos, a vacina é aplicada em doses de 0,3 mL.

Além disso, a embalagem é diferente para evitar confusões na hora da aplicação. No caso dos menores de 12 anos, as informações do frasco da vacina estão na cor laranja. Para os mais velhos, a cor roxa é roxa. Este é um importante ponto visual para distinguir os frascos do imunizante.

Fonte: G1  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.