COVID | Anvisa autoriza aplicação de 2ª dose da vacina de Oxford em voluntários

COVID | Anvisa autoriza aplicação de 2ª dose da vacina de Oxford em voluntários

Por Natalie Rosa | 10 de Agosto de 2020 às 18h30
Tania Rego\Agencia Brasil

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou a aplicação da segunda dose da vacina de Oxford contra a COVID-19 nos voluntários. Segundo informações do Diário Oficial da União, nesta segunda-feira (10), a segunda dose é de reforço da imunização e vai acontecer entre quatro a seis semanas após a primeira.

Os pesquisadores da Universidade de Oxford divulgaram, no dia 20 de julho, que a dose de reforço conseguiu induzir uma produção de anticorpos ainda maior em voluntários das fases 1 e 2. Aqui no Brasil, os pacientes estão participando da fase 3 da vacina, que também é a última.

Imagem: Reprodução

Além da autorização, a Anvisa também aumentou a idade máxima daqueles que podem receber a vacina-teste, passando de 55 para 69 anos — pois o grupo mais idoso não passou por intercorrências graves —, mas mantendo a idade mínima de 18. Para a Unifesp, parceira da Universidade de Oxford no desenvolvimento da vacina em nosso país, acabamos de subir mais um degrau no avanço da vacina contra o SARS-CoV-2.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A vacina de Oxford foi batizada de ChAdOx1 nCoV-19 e vem sendo produzida em parceria com a companhia farmacêutica AstraZeneca, e atualmente é classificada como a mais avançada do mundo quando o assunto é desenvolvimento.

Fonte: G1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.