COVID-2019: quarto caso brasileiro é confirmado pelo Ministério da Saúde

Por Fidel Forato | 05 de Março de 2020 às 15h03
John Angelillo/UPI

Hoje (5), o Ministério da Saúde confirma o quarto caso de COVID-2019, doença causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-19, em uma adolescente de 13 anos, sem sintomas. As autoridades de saúde brasileiras já desconfiavam do novo caso ontem, mas aguardavam o exame de contraprova, feito no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, para a oficialização.

Além do caso da adolescente de São Paulo e de outros três na mesma cidade, são, atualmente, 531 suspeitos de terem contraído o novo coronavírus, todos monitorados pelo Ministério da Saúde. De acordo com o órgão, 315 suspeitas foram descartadas após resultado dos exames.

Quarto caso do novo coronavírus é confirmado no Brasil, em comum todos os pacientes passaram pela Itália e residem na cidade de São Paulo (Imagem: Getty Images)

Entenda o novo caso

A adolescente retornou da Itália, no último domingo (1), e passou por exame no Hospital Beneficência Portuguesa, na terça-feira (3). A amostra coletada, então, foi encaminhada ao Laboratório Fleury, com a contraprova realizada pelo Instituto Adolfo Lutz (IAL), hoje (4).

O resultado do exame foi positivo para coronavírus, mas o caso não entrou, em um primeiro momento, na lista de confirmados, inicialmente, por ser considerado atípico. Isso porque que a jovem não apresentou nenhum dos sintomas, que incluiria febre associada a mais um problema respiratório, segundo os critérios definidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Com a confirmação da presença do vírus no organismo, a paciente ainda pode desenvolver os sintomas nos próximos dias, como febre, tosse e dificuldade para respirar. Já que o período de incubação do novo coronavírus SARS-CoV-19 é de aproximadamente 14 dias. Ainda há a possibilidade de que o uso de outras medicações para tratar uma lesão que sofreu em um ligamento durante a viagem possa mascarar seus sintomas

No momento, a jovem está em quarentena, na sua casa e é monitorada pela Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo. O mesmo procedimento acontece com as pessoas que a jovem manteve contato próximo.

Histórico do coronavírus no Brasil

No dia 26 de fevereiro, o Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso do novo coronavírus no Brasil e, por consequência, o primeiro da América Latina. Foi o Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, que primeiro detectou a infecção em um homem de 61 anos, morador da cidade e de identidade não revelada, que esteve na Itália entre os dias 9 e 21 de fevereiro. Um segundo caso foi divulgado no último domingo (1), dessa vez atingindo um homem de 32 anos que passou pela Itália.

O terceiro caso de COVID-2019 no Brasil se trata de um paciente homem, de 46 anos, que esteve em viagem pela Europa e passou pelos seguintes países: Espanha, Itália, Áustria e Alemanha. "Ele está clinicamente bem. Já foi levantado em qual voo ele estava, e as pessoas próximas a ele já foram notificadas e serão monitoradas", explicou o ministro da Saúde Henrique Mandetta, na tradicional live do órgão para as redes sociais, ontem (4).

Fonte: Ministério da Saúde

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.