Coronavírus chega a um dos últimos países até então sem casos de covid-19

Coronavírus chega a um dos últimos países até então sem casos de covid-19

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 28 de Janeiro de 2022 às 13h40
twenty20photos/envato

A essa altura da pandemia, é difícil pensar em um lugar que já não tenha sido atingido pela devastadora covid-19, mas alguns pequenos países conseguiram proteger sua população contra a doença. Até o último dia 14, esse era o caso do Kiribati, arquipélago localizado no oceano Pacífico, na Oceania. No entanto, depois de receber o primeiro voo internacional em dez meses, o país se deparou com a chegada do vírus.

O voo contava com 54 passageiros, dos quais 36 testaram positivo para a doença. Embora os viajantes tenham ficado em isolamento, cinco habitantes do país já testaram positivo. Frente ao ocorrido, as autoridades decretaram um lockdown pela primeira vez, além da obrigatoriedade de uso de máscara e distanciamento social.

O Kiribati conta com 113 mil habitantes, e de acordo com o projeto Our World in Data, da Universidade de Oxford, apenas 33% da população está totalmente vacinada, enquanto 59% já tomou pelo menos a primeira dose da vacina contra a covid-19.

Nas redes sociais, o presidente do Kiribati, Taneti Maamau, chegou a anunciar que o governo está usando "todos os seus recursos para administrar a situação", e pedir para que as pessoas tomem a vacina.

Últimos países ilesos lutam para se proteger da covid-19

Covid-19 atinge Kiribati, um dos últimos países até então ilesos (Imagem: IciakPhotos/envato)

Outro país que tenta evitar a todo o custo a chegada da covid-19 é o Tonga, de 105 mil habitantes. Depois de enfrentar desastres naturais, a pequena nação da Oceania tem recebido ajuda de vários países, mas os navios e aviões militares que chegam para ajudar simplesmente deixam os suprimentos e saem sem ter contato com nenhum habitante, para evitar possíveis contágios.

Samoa, com uma população de 205 mil habitantes, também evita seu primeiro surto de covid-19. O país chegou a impor lockdown depois que 15 passageiros em um voo que veio da Austrália testaram positivo para a doença.

Fonte: ABC News

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.