COVID-19 | Anvisa aprova testes de fase 3 de vacina baseada em DNA

COVID-19 | Anvisa aprova testes de fase 3 de vacina baseada em DNA

Por Natalie Rosa | Editado por Luciana Zaramela | 26 de Agosto de 2021 às 08h30
Reprodução/Hakan Nural/Unsplash

Nesta quarta-feira (25), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou o início de um novo ensaio clínico de vacina contra a COVID-19 no Brasil. O imunizante da vez, INO-4800, é uma vacina baseada em DNA, e os testes são patrocinados pela companhia de biotecnologia norte-americana Inovio Pharmaceuticals.

Os testes clínicos feitos no Brasil são de fase 3, contando também com a aplicação de placebo em um a cada três voluntários. Esse procedimento é necessário para avaliar a segurança das doses, a capacidade de gerar anticorpos e a eficácia contra o SARS-CoV-2. A administração do imunizante é intradérmica, ou seja, é aplicado rente à pele, assim como a BCG.

Imagem: Reprodução/Seventyfourimages/Envato Elements

No local da aplicação, será usado um dispositivo próprio para facilitar a entrada do DNA no tecido celular, técnica conhecida como eletroporação. A vacina é administrada em duas doses com intervalo de 28 dias, e 350 pessoas serão voluntárias no Brasil, todas maiores de 18 anos. O ensaio irá acontecer no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Além do Brasil, o estudo também terá voluntários na Argentina, Colômbia, Estados Unidos, Filipinas, México, Peru, Polônia, República Tcheca e Tailândia. Os testes de fase 1 e 2 aconteceram na China, Coreia do Sul e Estados Unidos. 

Fonte: Ministério da Saúde  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.