Cientistas criam implante cerebral que ajuda a melhorar a memória de pacientes

Por Redação | 16 de Novembro de 2017 às 08h42
photo_camera Search Engine Land

Cientistas da Universidade do Sul da Califórnia apresentaram, no último final de semana, um projeto bem-sucedido que visa melhorar a memória de pacientes com a ajuda de um implante cerebral.

O estudo contou com a colaboração de 20 voluntários que já participavam de uma pesquisa de monitoramento de epilepsia e que já estavam com os implantes posicionados no cérebro. Eles permitiram que os cientistas explorassem suas funções cerebrais antes e depois de um estímulo.

No início do estudo, os cientistas usaram o processo de identificação das áreas do cérebro relacionadas à memória para calibrar o sistema. Após ser concluído, foi usado um algoritmo específico que causava a liberação de pequenos choques elétricos com o intuito de aumentar a atividade cerebral e "economizar" memória.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Os resultados foram bastante positivos. De acordo com os cientistas, a taxa de sucesso na realização de testes de memória aumentou em 30% em comparação com as tentativas anteriores feitas sem a ajuda do implante.

Apesar de ser uma porcentagem pequena de progresso, o projeto dá um pontapé inicial em tratamentos, além de oferecer um monitoramento mais preciso das funções cerebrais.

Fonte: BGR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.