Cientistas criam dispositivo com sensores e IA para detectar problemas no sono

Por Redação | 07 de Agosto de 2017 às 19h00

Um estudo recente revelou que pesquisadores do MIT, em conjunto com especialistas da Divisão de Medicina do Sono do Massachusetts General Hospital, nos Estados Unidos, criaram uma inteligência artificial capaz de analisar sinais específicos que são liberados durante o sono. Dessa forma, é possível identificar quando a pessoa está sonhando, ou passando por problemas enquanto dorme.

A professora do MIT, Dina Katabi, explica: “imagine se o seu roteador Wi-Fi soubesse quando você estiver sonhando, e pudesse monitorar se você está tendo um sono profundo suficiente, o que é necessário para consolidar sua memória. Nossa visão é a de criar sensores de saúde capazes de capturar sinais fisiológicos e métricas importantes da saúde, sem interagir com o usuário”.

O tal sensor funciona enviando sinais RF de baixo nível que vão de encontro ao dorminhoco. Então, os movimentos de seu corpo são detectados por um dispositivo de RF semelhante a um roteador, e os algoritmos fazem a análise. Com os dados “em mãos”, a IA se encarrega de reunir as informações e fazer o diagnóstico.

Com a novidade, os pesquisadores esperam revolucionar as pesquisas relacionadas a problemas do sono. Para analisar os ciclos de sono dos pacientes, em vez de levá-los a hospitais e centros médicos, que são muito diferentes de suas camas com as quais estão acostumados, o paciente pode simplesmente posicionar o aparelho em seu quarto para que ele monitore uma noite real de sono, em seu “habitat natural”.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.