99 faz parceria com Sírio-Libanês para evitar contágio em corridas

Por Felipe Demartini | 25 de Agosto de 2020 às 11h14
99/Divulgação

Uma parceria entre a 99 e o hospital Sírio-Libanês gerou um mapa de risco que deve ajudar a evitar o contágio pelo coronavírus durante corridas da plataforma. As indicações trazem pontos de risco no interior e também fora dos veículos e vêm acompanhadas de um conjunto de boas práticas focado no mercado de transporte por aplicativos, de olho na retomada das atividades e no retorno das pessoas ao trabalho presencial e rotinas anteriores à pandemia.

As superfícies do carro são divididas em três graduações. Foi considerada de baixo risco, por exemplo, a lataria externa da parte dianteira, local onde há pouco ou nenhum contato de passageiros e, também, poucos toques por parte do motorista. Aqui, a indicação é de uso de máscaras e de higienização das mãos após uso.

Na categoria de risco médio estão as superfícies internas da parte traseira do veículo, atrás dos bancos, e o porta-malas, também por serem locais comumente tocados apenas pelos motoristas, mas nos quais passageiros também circulam ou depositam itens. Assim, o perigo de contágio é maior pois depende da utilização de métodos de higiene pelo usuário, com a indicação, além do uso de máscaras e do álcool em gel para as mãos, sendo uma higienização constante dos veículos.

Estudo da 99 em parceria com o hospital Sírio-Libanês indica as superfícies dos veículos com diferentes graduações de risco de contágio pelo novo coronavírus (Imagem: Divulgação/99)

Em risco mais alto e com alto índice de transmissão direta está a parte superior dos veículos, bem como itens internos manipulados com frequência e o escudo protetor que divide a parte da frente do banco de trás. São superfícies de alto risco, por exemplo, o conector de cintos de segurança, controles de vidros e maçanetas das portas, assim como o volante, o câmbio, controles do rádio e saídas de ar.

O guia da 99 também faz uma série de indicações para os motoristas, que são instruídos a limitarem o número de passageiros no interior dos veículos e a transitarem sempre com as janelas abertas. O uso de equipamentos de proteção individual é essencial, assim como do álcool em gel, junto com outras medidas que envolvem a não utilização do banco frontal do passageiro.

Os especialistas indicam, ainda, que as conversas sejam mantidas a um mínimo durante a corrida, para evitar a dispersão de gotículas, e que as máscaras sejam usadas o tempo todo, por todas as pessoas no interior do veículo. Aos passageiros, o Sírio-Libanês mantém a indicação de isolamento social, afirmando que o ideal é sair de casa somente quando estritamente necessário.

Após a corrida, a dica é que os motoristas higienizem as superfícies de maior contato pelos passageiros, começando pelas de menor risco (banco e cinto) até as de maior, como maçanetas e controles da janela, de forma a não espalhar o vírus pelo carro. O mesmo também vale para os locais onde apenas o próprio condutor toca. Aos passageiros, o ideal é retirar joias e adereços e usar o álcool em gel para limpar as mãos, sem esquecer da parte inferior das unhas.

De acordo com a 99, o estudo que levou às indicações e ao mapa de contágio envolveu 180 horas de análises e contará, agora, com materiais informativos que serão distribuídos aos parceiros e usuários da plataforma. As conclusões também servirão ao processo de reabertura das Casas99, centros de atendimento presencial aos parceiros que estão espalhados nas principais cidades e capitais nas quais o aplicativo atua.

Além do estudo, a empresa disse ter investido R$ 32 milhões em iniciativas de prevenção e combate aos efeitos da pandemia, um pacote que envolve um fundo de R$ 20 milhões para apoio a motoristas que tenham sido diagnosticados com a doença. A distribuição de escudos protetores para os carros, álcool em gel e equipamentos de proteção também faz parte da iniciativa, assim como a higienização de veículos e tecnologias de reconhecimento facial para analisar de parceiros e passageiros estão usando máscaras durante todo o trajeto.

Fonte: 99

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.