43 testes positivos! Conheça o caso de COVID-19 mais longo do mundo

43 testes positivos! Conheça o caso de COVID-19 mais longo do mundo

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 06 de Julho de 2021 às 08h30
Gerd Altmann/Pixabay

A COVID-19 de longa duração tem preocupado os especialistas, e parece que já temos um recorde. O caso mais longo do mundo durou quase um ano: 290 dias. A vítima dessa raridade foi o britânico Dave Smith, de 72 anos. O idoso chegou a testar positivo para a doença 43 vezes.

O sistema imunológico do britânico estava vulnerável por causa de um tratamento quimioterápico para leucemia. Dentro desses 290 dias, Smith foi parar no hospital sete vezes e chegou a perder 63 kg. Ele ainda conta que, uma vez, ficou tossindo por 5 horas ininterruptas. O idoso foi tratado com um coquetel de remédios antivirais, livrando-se da COVID-19 apenas depois de 10 meses.

No entanto, os médicos defendem que não é possível afirmar que foi o coquetel de remédios o responsável pela melhora de Dave. Para isso, seria necessário um estudo mais apurado.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O caso de COVID-19 mais longo do mundo levou 290 dias e rendeu 43 testes positivos (Imagem: Fusion Medical Animation/Unsplash)

E por falar em estudos, cientistas da Universidade de Bristol atualmente analisam o caso de Dave em busca da compreensão em torno do comportamento do coronavírus. Basicamente, a ideia é descobrir como o vírus se esconde e sofre mutações no corpo humano, e como consegue infectar uma pessoa de forma persistente.

Fonte: BBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.